InícioNotícia escrita porLeonor Mateus Ferreira

lmferreira@jornaleconomico.pt

O secretário de Estado do Orçamento garantiu que o Governo já tomou nota do relatório do grupo de trabalho constituído pelo PS e BE sobre a reestruturação e sustentabilidade da dívida pública.

O consumo também desacelerou nos últimos três meses do ano passado, segundo os dados do Eurostat, divulgados esta sexta-feira.

Pode parecer o emprego de sonho, mas a posição envolve viajar constantemente e jogo de cintura para manter a identidade secreta.

A estimativa rápida do Eurostat confirma a previsão de Mario Draghi. A inflação terá voltado a acelerar em abril, depois do abrandamento no mês passado.

As exportações e o consumo penalizaram o PIB francês, mas o investimento anima as expetativas para o futuro.

A telecom liderada por Paulo Neves tomba mais de 6%, depois de ter apresentado resultados esta madrugada.

Qual Hitchcock da política monetária, o presidente do BCE está a revelar-se um mestre do mistério. Os mercados querem sinais sobre o fim dos estímulos, mas vão ter de esperar pelo menos mais um mês.

Tal como os analistas esperavam, o Banco Central Europeu não alterou as taxas de juro na reunião mensal de política monetária. O foco passa agora para a conferência de imprensa de Mario Draghi às 13h30.

PUB
PUB
PUB