InícioNotícia escrita porGustavo Sampaio

gsampaio@jornaleconomico.pt

Relação com os acionistas chineses da EDP e criação de empresa imobiliária colocam o ministro adjunto do primeiro-ministro sob fogo cruzado.

Líder do CDS-PP questiona insistentemente o primeiro-ministro sobre a despenalização da eutanásia, desde logo sobre se é a favor ou contra. "Sei que odeia a ideia de eu ser primeiro-ministro, mas estou aqui como primeiro-ministro e não como líder do PS", responde Costa.

“Não, não teve qualquer interferência", responde o primeiro-ministro António Costa, no debate quinzenal que está a decorrer no Parlamento. Catarina Martins, líder do BE, referia-se ao recuo "ainda pouco justificado" do Governo e do PS relativamente à iniciativa do BE.

No dia em que Alexandre Fonseca, presidente executivo da Altice, é recebido em audição no Parlamento (por requerimento do BE), focada na operação de compra da Media Capital, o Jornal Económico relembra em que ponto está o processo. A decisão final da Autoridade da Concorrência poderá ser anunciada esta semana.

No dia 29 de maio, o Parlamento vai discutir e votar na generalidade quatro projetos de despenalização e regulação da morte medicamente assistida, propostas pelo PS, BE, PEV e PAN. Quais são as posições de cada partido relativamente a esta "causa fraturante"?

A chanceler da Alemanha vem a Portugal nos próximos dias 30 e 31 de maio para discutir com o primeiro-ministro e o Presidente da República o projeto de integração europeia, noticia o "Jornal de Negócios".

Os candidatos deverão apresentar os formulários de inscrição, devidamente preenchidos e acompanhados da documentação requerida, à Embaixada do Japão em Portugal, até ao dia 6 de julho de 2018.

Líder do CDS-PP defende que o Serviço Nacional de Saúde não deve "passar a ter uma nova prestação que já não é tratar, já não é tirar a dor, é antecipar a morte, é executar morte". E deixa um alerta: "Na eutanásia sabe-se como começa, não se sabe como acaba".

PUB
PUB
PUB