InícioNotícia escrita porEconómico Madeira

madeira@jornaleconomico.pt

A capacidade de financiamento da Administração Pública Regional da Madeira, em 2016, situou-se em 230,1 milhões de euros.

Em 2016 registaram-se na Região Autónoma da Madeira 2.247 transações de habitações, o que traduz mais 5,8% do que no ano anterior. Estas vendas ultrapassaram os 275,8 milhões de euros, mais 1,0% que em 2015.

O Partido Comunista Português quer que o governo madeirense elabore rapidamente um plano regional de combate aos falsos recibos verdes.

A Comissão de Pescas do Parlamento Europeu aprovou um relatório que recomenda a criação de um novo fundo europeu das Pescas especificamente direcionado para as Regiões Ultraperiféricas (RUPs).

O grupo parlamentar do Juntos pelo Povo na Assembleia da Madeira anunciou que a Torre do Tombo "pode vir a transferir para a Região cerca de 3 mil documentos, em formato digital".

No documento já entregue no parlamento regional os centristas lembram que aquele registo de navios é integrante do Centro Internacional de Negócios da Madeira, tendo registado nos últimos três anos, “um crescimento ímpar, ao ponto de ter sido reconhecido como o Registo de Navios com maior crescimento no seio da União Europeia”.

O projecto de resolução já foi entregue no parlamento madeirense e nele os comunistas lembram que “a precariedade laboral e o desemprego são problemas sociais gravíssimos e que condicionam as condições materiais de existência e sobrevivência dos trabalhadores”.

O Tribunal Constitucional, através de um acórdão de 21 de março, deu razão ao pedido de fiscalização da constitucionalidade de um diploma do parlamento da Madeira e que fora suscitado pelo Representante da República.