InícioNotícia escrita porÂnia Ataíde

aataide@jornaleconomico.pt

Primeiro-ministro disse no Congresso FIDE que a lei europeia não “é usada para padronizar políticas” mas para assegurar que os objetivos comuns são alcançados.

Presente em 63 países e com ativos que representam mais de 13 biliões de dólares, a Planet of Finance tem a partir de agora representação em Portugal. Em entrevista ao Jornal Económico, o fundador Olivier Collombin diz que os novos investidores procuram opções de escolha e emoção. "A blockchain é o que o irá transformar o nosso mundo na próxima geração", diz.

Congresso traz a Portugal o Negociador-chefe do Reino Unido para o Brexit, o Presidente do Supremo Tribunal de Justiça e o Presidente do Tribunal de Justiça da União Europeia, entre outros nomes pesados do direito europeu.

Prémio Nobel da Economia em 2014, Jean Tirole esteve em Lisboa a promover o novo livro “Economia do Bem Comum”, lançado pela editora Guerra e Paz. Em entrevista ao JE, Tirole alerta que os países devem estar atentos à dívida pública e privada e defende que o próximo passo para a Europa deve ser uma garantia de depósitos comuns.

Prémio Nobel da Economia em 2014, Jean Tirole esteve em Lisboa a promover o novo livro “Economia do Bem Comum”, lançado pela editora Guerra e Paz. Em entrevista ao JE, Tirole alerta que os países devem estar atentos à dívida pública e privada e defende que o próximo passo para a Europa deve ser uma garantia de depósitos comuns.

Prémio Nobel da Economia em 2014, Jean Tirole esteve em Lisboa a promover o novo livro “Economia do Bem Comum”, lançado pela editora Guerra e Paz. Em entrevista ao JE, Tirole alerta que os países devem estar atentos à dívida pública e privada e defende que o próximo passo para a Europa deve ser uma garantia de depósitos comuns.

PS deu o dito por não dito e admitiu “vergonha” pelas acusações a Sócrates. Mas até que ponto conseguem os partidos renovar-se a si mesmos e ao sistema?

O que é a democracia? E para onde vai? O sociólogo Colin Crouch repensou o conceito e defende que a sociedade atravessa um momento pós-democrático quando o processo de decisão se concentra numa pequena elite que responde aos seus próprios interesses, esvaziando o papel das instituições.

PUB
PUB
PUB