InícioNotícia escrita porAndré Abrantes Amaral, Advogado

É chocante a forma como o Governo, e quem o sustenta, mentiu antes da troika, durante a intervenção da troika e agora, depois do programa de resgate financeiro.

Boa parte da população não tem quem fale por ela. Daí que os cautelosos guardarão algum onde encontrem proteção. Outros, ou porque não conseguem poupar, ou porque ainda não perceberam como a coisa funciona, ficarão descalços.

O PS governa para evitar as reformas que a dívida obriga e é nessa medida que tem o apoio do PCP e do BE. A ideia é varrer o problema para debaixo do tapete.

Os problemas franceses são tão semelhantes aos portugueses que a nossa classe política devia examinar ao pormenor, não só o programa, mas a forma como Macron comunica.

Como advogado tenho dado assistência jurídica a vários empresários que trabalham com gosto, arriscam, têm medo. A maior parte das pessoas não percebe, mas o medo é inevitável quando criamos um negócio nosso.

Há o sério risco de Portugal se tornar um Estado falhado dentro da Europa, apenas sobrevivendo porque a UE nos segura.

Esta crónica não é sobre a farsa política que vivemos, mas sobre o modo como a aceitamos.

Macron quer mostrar, com as reformas propostas, que Paris está realmente comprometida no projeto europeu. Como é que o PS, o PCP e o BE vão lidar com este projeto europeu que vem do Eliseu?