António Mexia critica Bloco de Esquerda

O presidente da EDP defende que a grande discussão é saber como "se aumenta o tamanho do bolo".

O presidente da EDP, António Mexia, criticou a posição do Bloco de Esquerda de tentar limitar os salários dos gestores do setor privado.

“Arbitrariamente, querer interferir nisso, só tem um destino, é a pobreza. Além do mais, é subinvestimento e aquilo que obrigatoriamente seria a desertificação”, defendeu António Mexia numa entrevista à rádio TSF.

A líder do Bloco de Esquerda defende que deve ser instituído um teto máximo salarial para os gestores do setor privado

No entender do presidente da EDP, controlado pelo grupo chinês Three Gorges, “a sociedade, para ser mais justa, e ela tem que ser obrigatoriamente mais justa, tem de ser mais eficiente”.

“A grande questão é saber como eu aumento o tamanho do bolo, não como eu, agora, espera aí, como eu vou ratar algumas migalhas ao bolo”, conclui António Mexia.

Mais notícias
PUB
PUB
PUB