InícioEconómico Madeira

Os casos de dois projetos empresariais recentes, com investidores estrangeiros a licenciarem as suas atividades no Centro Internacional de Negócios da Madeira (CINM), são exemplo de que a criação de postos de trabalho no quadro da Zona Franca madeirense é uma realidade.

outros destaques

O secretário regional da Economia, Turismo e Cultura, considera que a Festa da Flor 2017 foi uma celebração alargada aos vários concelhos, “com muita alegria, animação e uma moldura humana sem precedentes que superou as expetativas e contribuiu para abrilhantar, mais uma vez, uma Festa que é especial, autêntica e genuinamente nossa”.

A taxa de juro implícita no crédito à habitação, na RAM, em abril 2017, fixou-se em 0,975%, registando um decréscimo de 0,010% face ao mês anterior (0,985%).

Rui Miguel Nabeiro, administrador do Grupo Delta Cafés e um dos responsáveis pela marca Delta Q, um projeto que idealizou e acompanhou desde o início, explicou no Funchal como surgiu a nova marca e o novo produto no grupo criado pelo seu avô Rui Nabeiro.

O representante da República para a Região Autónoma da Madeira disse esta tarde na sua intervenção por ocasião do Dia do Empresário Madeirense, organizado pela ACIF - Câmara de Comércio e Indústria da Madeira, que os empresários “têm, cada vez mais, de procurar antecipar o futuro, de tomar as decisões no tempo certo e de promover nas suas empresas as mudanças que lhes permitam sobreviver e progredir”.

Em 2015, existiam 24.618 empresas com sede na Região Autónoma da Madeira, 257 das quais financeiras e 24 361 não financeiras. No total de empresas da Região trabalhavam 64.832 pessoas, 62.293 das quais nas empresas não financeiras e os restantes 2.539 nas empresas financeiras.

O Instituto do Vinho, do Bordado e do Artesanato da Madeira acolhe, até 21 de maio, um grupo de quatro importantes prescritores, de várias nacionalidades, que se deslocam à Madeira para conhecer o Rum Agrícola da Madeira.

últimas notícias

Os casos de dois projetos empresariais recentes, com investidores estrangeiros a licenciarem as suas atividades no Centro Internacional de Negócios da Madeira (CINM), são exemplo de que a criação de postos de trabalho no quadro da Zona Franca madeirense é uma realidade.

A Câmara Municipal do Funchal prepara-se para renovar a Sinalização Urbana da Baixa da Cidade, com a instalação de 12 marcos de orientação e de 18 pegadas urbanas, que vão transformar a maneira como os turistas se orientam na cidade.

A taxa de juro implícita no crédito à habitação, na RAM, em abril 2017, fixou-se em 0,975%, registando um decréscimo de 0,010% face ao mês anterior (0,985%).

O secretário regional da Economia, Turismo e Cultura, considera que a Festa da Flor 2017 foi uma celebração alargada aos vários concelhos, “com muita alegria, animação e uma moldura humana sem precedentes que superou as expetativas e contribuiu para abrilhantar, mais uma vez, uma Festa que é especial, autêntica e genuinamente nossa”.

O presidente do Governo Regional recebe amanhã o Marítimo depois do apuramento da equipa madeirense para a Liga Europa. Numa nota de imprensa hoje divulgada, o gabinete de Albuquerque garante que a participação do Marítimo naquela competição europeia “permitirá elevar o nome da Região, promovendo-a no exterior ao mais alto nível".

Rui Miguel Nabeiro, administrador do Grupo Delta Cafés e um dos responsáveis pela marca Delta Q, um projeto que idealizou e acompanhou desde o início, explicou no Funchal como surgiu a nova marca e o novo produto no grupo criado pelo seu avô Rui Nabeiro.

O presidente do Governo Regional disse esta tarde claramente que a Madeira está no caminho certo.

O representante da República para a Região Autónoma da Madeira disse esta tarde na sua intervenção por ocasião do Dia do Empresário Madeirense, organizado pela ACIF - Câmara de Comércio e Indústria da Madeira, que os empresários “têm, cada vez mais, de procurar antecipar o futuro, de tomar as decisões no tempo certo e de promover nas suas empresas as mudanças que lhes permitam sobreviver e progredir”.

O PSD Madeira quer discutir no parlamento regional uma proposta de lei a enviar à Assembleia da República alterando a distribuição dos resultados líquidos dos jogos sociais explorados pela Santa Casa da Misericórdia de Lisboa.