InícioInfografias
Infografias

A infografia permite perceber que sectores estão a conceder financiamento ao sector público português em cada ano.

Mais impactantes, mais imprevisíveis, mais disruptivas, mais conflituosas. As eleições nestes municípios deverão sobressair ao longo da campanha e no rescaldo do apuramento dos resultados

A cinco jornadas do final do campeonato, os rivais da capital encontram-se num jogo de enorme importância para o desfecho da Liga. A ‘águia’ comanda, os ‘leões’ espreitam a qualificação direta para a Liga dos Campeões e os ‘dragões’ torcem pela derrota dos líderes. Agarre-se bem: vem aí um jogo de nervos!

A par da elevada incerteza que caracteriza as eleições francesas há uma certeza: o mapa político vai mudar.

A longa travessia do deserto do setor nacional da construção ainda pode estar longe do fim. Sem mercado interno, pelo menos antes de 2018, e com alguns dos maiores mercados internacionais em recessão económica, as construtoras lusas estão agora em risco de perderem o último apoio de que têm beneficiado nos últimos anos.

A despesa pública tem vindo a descer de forma consistente desde 2010. Apesar de haver muitas operações extraordinárias pelo meio, que tornam difícil separar o ruído da tendência (por exemplo, os gastos com a resolução do BES em 2014, e com a venda do Banif em 2015), a verdade é que em seis anos o rácio despesa/PIB caiu mais de cinco pontos percentuais.

A Lei do Orçamento de Estado para 2016 alterou a taxa máxima de IMI aplicável aos prédios urbanos de 0,5% para 0,45%.

A simulação de evolução da dívida segue as regras utilizadas pelo FMI: a dívida pública é igual à dívida pública do período anterior mais o saldo primário do ano em curso.

PUB
PUB
PUB