InícioPosts Tagged "Dow Jones"

O industrial Dow Jones caiu 0,35%, para 25.086,25 pontos; o financeiro S&P 500 desceu 0,11%, para 2.779,42 pontos; e o tecnológico Nasdaq perdeu 0,19%, para 7.746,38 pontos.

O presidente Donald Trump e o líder norte-coreano Kim Jong Un comprometeram-se com a desnuclearização da península coreana, mas a declaração conjunta deu poucos detalhes e teve, por isso, pouco impacto nos mercados.

A reação dos mercados à cimeira entre EUA e Coreia do Norte está a ser pouco expressiva. Apesar de positiva, deu poucos detalhes, segundo os analistas. As bolsas sobem ligeiramente, o dólar recua face ao euro e os juros da dívida avançam.

O tecnológico Nasdaq subiu 1,51% e encontra-se a apenas 1% de máximos históricos, enquanto o índice sectorial S&P Tech fechou a ganhar 1,97%, após ter tocado o valor 'intraday' mais alto de sempre.

O reforço do mercado de trabalho, que foi maior que o estimado pelos analistas, animou os investidores e tirou o foco da guerra comercial e crise política em Itália.

O clima político italiano abanou os mercados europeus e, por contágio, os índices norte-americanos na última sessão. Esta quarta-feira, as bolsas globais corrigem e Wall Street negoceia em alta.

Na primeira sessão da semana, já que segunda-feira foi feriado nos EUA, Wall Street não ficou imune à tendência negativa que imperou nos mercados europeus.

O S&P 500 deprecia 0,60%, para 2.705,11; o Dow Jones cai 0,59%, para 24.606,59; e o Nasdaq recua 0,48%, para 7.398,51 pontos.

O industrial Dow Jones cai 0,12%, para 24.781,29; o financeiro S&P recua 0,15%, para 2.723,60 pontos; e o Nasdaq perde 0,03%, para 7.422,20 pontos.

Trump anunciou esta quinta-feira o cancelamento da cimeira marcada para 12 de junho, em Singapura, justificando a decisão com a recente "hostilidade" por parte de Pyongyang.

PUB
PUB
PUB