Wall Street abre a perder, penalizada pela indústria

As grandes empresas industriais têm sido as principais penalizadas pelo anúncio de Donald Trump de pretender aumentar impostos na importação de aço e alumínio, no início do mês.

Reuters

As principais bolsas norte-americanas abriram esta quarta-feira com perdas, com as empresas industriais a pesar. O setor está a ser penalizado pelas preocupações em relação à imposição de tarifas alfandegárias pelo presidente dos EUA, Donald Trump, que afirmou esta terça-feira esperar aumentar os impostos a importações da China em cerca de 60 mil milhões de dólares.

“O mercado ainda está a tentar pesar as preocupações com as tarifas, por um lado, e perceber como é que o presidente age, fala abertamente e determina uma política diferente no final”, afirmou Robert Pavlik, estrategista-chefe de investimento da SlateStone Wealth, em declarações à agência Reuters.

As grandes empresas industriais têm sido as principais penalizadas pelo anúncio de Donald Trump de pretender aumentar impostos na importação de aço e alumínio, no início do mês.

Esta terça-feira, as ações da Boeing caem 1,85% para 332,44 dólares, levando o índice industrial Dow Jones a perder 0,21% para 24.954,17 pontos. O financeiro S&P 500 avança 0,04% para 2.766,42 pontos e o tecnológico Nasdaq cede 0,05% para 7.514,88 pontos.

No mercado cambial, a moeda norte-americana segue a valorizar 0,21% contra o euro, para 1,236 dólares, quebrando uma longa série de sessões a depreciar-se. Os juros das Treasuries a 10 anos recuam para 2,82%.






Mais notícias
PUB
PUB
PUB