VW Arteon: Topo de gama em todos os aspetos

O novo topo de gama da Volkswagen é o Arteon, um coupé de cinco portas que se afirma no topo da marca alemã tanto na gama como no espaço, na performance e na segurança.

Confortável, espaçoso, seguro e potente. Assim é o Arteon, o novo topo de gama da Volkswagen, que estreia a nova linguagem estética da Volkswagen, gradualmente introduzida nos futuros modelos da marca. Em Portugal o Arteon começa a ser comercializado já a partir de 19 de junho, por preços que se iniciam nos 43.280 €.

O sucessor do CC na oferta da Volkswagen partilha com o Passat a plataforma MQB, e também os acabamentos de luxo e que transpiram qualidade. Tablier com materiais macios ao toque e almofadados aliam-se a uma boa dotação tecnológica, merecendo destaque os comandos por gestos do sistema de infoentretenimento Discover Pro, solução estreada no novo Golf.

Também no espaço o Arteon quer estar no topo da gama da Volkswagen. Por isso, utiliza os 9,5 centímetros de comprimento a mais que o Passat para oferecer uma bagageira generosa, cuja capacidade oscila entre os 563 e os 1557 litros, a que se acede por um portão de generosas dimensões e com abertura/fecho elétricos. A distância entre eixos cinco centímetros maior que no Passat e os quatro centímetros a mais de largura conferem ao novo coupé alemão uma maior habitualidade, com a VW a afirmar existirem 80 centímetros de espaço para pernas nos lugares traseiros. Espaço de sobra há também à frente, cujos bancos oferecem excelente apoio lateral.

Performance de topo
E ainda bem, porque o Arteon não é apenas um veículo no topo da qualidade. Ainda que a gama nacional seja feita apenas com recurso ao conhecido motor 2.0 TDI, esta motorização declina-se em vários patamares de potência: 150 cv, 190 cv e 240 cv (4Motion). Com exceção do mais potente, que apenas recebe uma caixa automática DSG de sete relações, os restantes poderão montar uma caixa manual de seis, além da automática. Em Portugal estarão apenas disponíveis por encomenda as motorizações a gasolina, que incluem o 2.0 TSI, em versões de 190 cv e 280 cv, e o novo 1.5 TSI Evo de 150 cv, com sistema de desativação dinâmico de cilindros.

Nas estradas alemãs da região de Hannover foi possível estabelecer contacto com os motores mais potentes e comprovar a apetência do Arteon para uma condução dinâmica, apesar dos seus quase cinco metros de comprimento e perto de duas toneladas de peso. A caixa automática está muito bem escalonada e responde com facilidade aos comandos do pé direito, ao passo que a direção é direta e deixa perceber facilmente o que se está a passar com a dianteira do Arteon.

Apesar de a grande velocidade, a viagem segue confortável e quase em silêncio absoluto, não fosse o ronco do motor sempre que é requisitada maior potência, mas isso contribui para o apelo deste coupé alemão. A ritmos mais lentos, a viagem segue quase impercetível, pelo que as grandes viagens coma família decorrerão sem problemas. Tal fica a dever-se ao amortecimento adaptativo, que pode ser ajustado em três modos – Comfort, Normal e Sport – mas também de forma personalizada.

Segurança de topo
Claramente apostado aos segmentos superiores, e concorrendo diretamente com as marcas premium alemãs, o Arteon recebe tecnologias de última geração, que servem para potenciar a segurança dos seus ocupantes, como é o caso do Predictive Cruise-Control ou do Emergency Assist. Mas a oferta tecnológica do Arteon inclui ainda um sistema de iluminação preditivo, que recorre a dados do GPS para saber quando tem de acionar a iluminação lateral, fazendo-o ainda antes de o condutor virar o volante.

Além do Front Assist, que monitoriza o espaço à frente do Arteon e é capaz de travar caso detete uma colisão iminente, o novo coupé alemã estreia um sistema que monitoriza o espaço atrás do Arteon, até uma distância de 110 metros. Em ambos os casos, caso seja detetada uma colisão iminente, é acionado o sistema proativo de proteção ProactivePassenger Safety. Quando acionado, o sistema pré-tensiona os cintos de segurança, recoloca os bancos na posição inicial, prepara os encostos de cabeça e fecha os vidros e o teto de abrir.

Preço de topo
A contrapartida de toda esta oferta da VW é o preço. Apesar de o Arteon estar disponível em Portugal desde os 43.286€ pedidos pelo 2.0 TDI de 150 cv e caixa manual no nível de equipamento Basis, o de entrada de gama, as vendas deste modelo deverão ser apenas residuais, centrando-se nos níveis Elegance e R-Line (mais desportivo), a maioria das vendas do Arteon.  Estas são mais onerosas: para o mesmo motor, o nível Elegance custa quase três mil euros mais, com o R-Line a acrescentar quase mais 1400 euros à fatura.

Veja a gama completa de preços:

Motor                                     Basis               Elegance                    R-Line

2.0 TDI 150 cv                      43.286€         46.179€                     47.500€

2.0 TDI 150 cv DSG                                     47.815€                     49.136€

2.0 TDI 190 cv                                              48.399€                     49.622€

2.0 TDI 190 cvDSG                                      49.914€                     51.138€

2.0 TDI 240 cv 4Motion DSG                    61.339€                     62.563€

 

Mais notícias