Volume de negócios nos serviços acelerou para 8,3% em maio

O índice de volume de negócios nos serviços registou uma taxa de variação homóloga de 8,3%, superior em 2,6 pontos percentuais (p.p.) à observada no mês de abril.

Em termos homólogos, o índice de volume de negócios nos serviços aumentou 8,3% em maio, que compara com 5,7% no mês anterior, segundo o relatório do Instituto Nacional de Estatística (INE) sobre os “Índices de Volume de Negócios, Emprego, Remunerações e Horas Trabalhadas nos Serviços Maio de 2018”, divulgado hoje, dia 12 de julho.

Nos restantes índices, emprego, remunerações brutas e horas trabalhadas ajustado de efeitos de calendário, os números evidenciam variações homólogas de 3,4%, 7,1% e 1,5%, respetivamente (3,6%, 5,5% e 5,9% em abril, pela mesma ordem).

Ainda sobre o índice de volume de negócios, o INE detalha que foi particularmente influenciado pela secção de Comércio por grosso; reparação de veículos automóveis e motociclos, que passou de uma variação de 5,6% em abril para 9,4% em maio e contribuiu com 5,3 p.p. para a variação do índice total. A secção de Transportes e armazenagem acelerou 3,5 p.p., para 8,7%, e apresentou o segundo con-tributo mais elevado (1,1 p.p.).




Mais notícias
PUB
PUB
PUB