Volkswagen estreia crossover elétrico em Xangai

A Volkswagen desvendou algumas imagens do que será o concept de um crossover elétrico que a marca irá desvendar em estreia mundial no Salão de Xangai, que abre portas para a semana.

A Volkswagen levantou um pouco do véu que ainda cobre o protótipo de um crossover elétrico que irá apresentar em estreia na próxima semana, em Xangai, por ocasião do Salão automóvel local. Com a missão de rivalizar com o Model X da Tesla, este protótipo antecipa mais um dos modelos da gama de emissões zero da VW, que começará a chegar aos concessionários a partir de 2020, ano em que se espera seja iniciada a produção da versão final deste crossover.

“A Volkswagen assume o objetivo claro de oferecer veículos elétricos, começando como nicho de mercado e avançando até à produção em escala, até meio da próxima década, através de uma ofensiva global de produto”, pode ler-se no comunicado da marca. A Volkswagen já havia anunciado ter outro objetivo: a venda de um milhão de veículos elétricos até 2025. Alcançá-lo é parte importante da renovação da marca no pós-DieselGate.

Tal como os protótipos hatchback e carrinha já revelados, o terceiro modelo da gama de elétricos I.D. oferece uma autonomia comparável com a dos modelos munidos de motores térmicos, além de poder conduzir-se autonomamente. O Crossover I.D. (que ainda não tem nome oficial) mistura linhas de um coupé de quatro portas e de um SUV, indo ao encontro do segmento que mais cresce na indústria automóvel, e pode comutar a condução autónoma com a condução “normal” através da pressão no logo da marca posicionado no centro do volante. Ao selecionar o modo autónomo, o volante “esconde-se” automaticamente no tablier, ao mesmo tempo que o crossover toma o comando da condução, utilizando para tal os scanners laser e de ultrassons, radares e câmaras.





Mais notícias
PUB
PUB
PUB