Venezuela: Estudante baleado em manifestação anti-Maduro

Uma das marchas de opositores do regime na Venezuela, que tentava hoje chegar à sede do gabinete do provedor de Justiça, foi dispersa com gás lacrimogéneo e noutra concentração antigovernamental há relatos de um estudante morto.

Um estudante venezuelano terá morrido com um tiro na cabeça durante um protesto anti-Maduro que decorreu hoje em Caracas, noticiou a Reuters.

Elementos da Guarda Nacional (polícia militarizada) intervieram para dispersar a concentração da oposição numa área de Caracas denominada Paraíso, quando os manifestantes se encaminhavam para o centro da cidade, resultando em confronto com alguns manifestantes, que responderam atirando pedras aos agentes da autoridade.

“Denunciamos um manifestante ferido de bala na Plaza La Estrela de San Bernardino”, disse o deputado Jorge Millán na sua conta na rede social Twitter, em referência aos acontecimentos noutra área do centro da cidade.

O Ministério Público já confirmou a existência de um ferido e que abriu uma investigação para identificar os autores do disparo.