União Europeia vai reforçar a ajuda orçamental a Cabo Verde em mais 10 milhões de euros

A União Europeia vai reforçar a ajuda orçamental a Cabo Verde em mais 10 milhões de Euros, anunciou o vice-primeiro ministro e ministro das Finanças, Olavo Correia.

O anúncio foi feito em declarações aos jornalistas, à margem da conferência promovida pelo Banco de Cabo Verde (BCV) para assinalar os 40 anos da criação dos seguros em Cabo Verde, que decorre na Cidade da Praia.

De acordo com Olavo Correia, trata-se de uma ajuda “excepcional” por se tratar de um reforço orçamental para “acelerar” as agendas de reformas, que também conta com a ajuda do Banco Mundial (BM) e do Banco Africano de Desenvolvimento (BAD).

“Há aqui um grande comprometimento dos nossos parceiros, (…) a avaliação externa é importante para nós e há o reforço das ajudas para Cabo Verde. Estamos num caminho para continuarmos na agenda da transformação da nossa economia”, notou Olavo Correia.

O Grupo de Apoio Orçamental (GAO) que tem como membros o Banco Africano de Desenvolvimento (BAD), o Banco Mundial (BM), o Luxemburgo, Portugal e a União Europeia, encontra-se desde-segunda-feira,02, na Cidade da Praia, para uma missão de avaliação do país.




Mais notícias
PUB
PUB
PUB