Turquia impõe limites aos pedidos de visto para cidadãos dos EUA

Em outubro, a embaixada dos EUA anunciou a suspensão dos serviços de vistos para não imigrantes aos cidadãos turcos. Agora, a Turquia responde na mesma 'moeda'.

A Turquia está a impor “certos limites” aos pedidos de visto para os cidadãos dos EUA nas suas missões diplomáticas após a iniciativa de Washington que suspendeu o processo de vistos com a Turquia, disse esta semana o vice-primeiro-ministro turco, Recep Akdag. A informação é da agência chinesa Xinhua.

As observações de Akdag tiveram lugar um dia depois da Embaixada dos EUA na Turquia ter anunciado que a data mais recente para agendamento de vistos em relação a candidatos não imigrantes nas missões diplomáticas na Turquia será em janeiro de 2019.

“Este assunto deve ser revisto completamente. A posição dos EUA também causa dificuldade para os cidadãos dos EUA,” disse, acrescentando que “também temos certos limites em termos de vistos”. Akdag observou que essa abordagem sem sentido “deveria ser imediatamente posta de lado”.

Em outubro, a embaixada dos EUA anunciou a suspensão dos serviços de vistos para não imigrantes aos cidadãos turcos. A iniciativa ocorreu após a prisão de um funcionário local que trabalhava no Consulado dos EUA em Istambul, o que provocou uma resposta de Ankara.

A 4 de novembro, a embaixada dos EUA na Turquia anunciou que os pedidos de visto foram novamente processados de forma limitada nas missões diplomáticas turcas. Após o movimento dos EUA, as missões turcas nos Estados Unidos também retomaram o processamento de pedidos de visto de cidadãos dos EUA em suas missões diplomáticas e consulares nos EUA “de forma limitada”.




Mais notícias