Trump responde às críticas à demissão de James Comey: “Ainda me vão agradecer”

James Comey terá sido demitido numa altura em que o FBI estava a investigar os alegados contactos mantidos entre Donald Trump e a Rússia durante a corrida às presidenciais norte-americanas.

Jim Lo Scalzo/REUTERS

O presidente norte-americano, Donald Trump, reafirma que o diretor do FBI, James Comey, demitido esta terça-feira por não conseguir liderar efetivamente o organismo de segurança norte-americano, “perdeu confiança” e não está mais em condições para se manter à frente do cargo. Em resposta às críticas à demissão, Donald Trump diz apenas: “Ainda me vão agradecer”.

Num post publicado esta manhã na rede social Twitter, Donald Trump escreve: “Comey perdeu a confiança de quase todos em Washington, tanto dos republicanos como dos democratas. Quando as coisas acalmarem, ainda me vão agradecer”.

James Comey terá sido demitido numa altura em que o FBI estava a investigar os alegados contactos mantidos entre Donald Trump e a Rússia durante a corrida às presidenciais norte-americanas.

Indicado para o cargo por Barack Obama, o advogado de formação havia cumprido apenas sete dos dez anos de mandato previstos para a direção do organismo público.