Trabalhadores a recibos verdes no Estado aumentaram 14,6%

Os dados da Direção-Geral da Administração e do Emprego Público (DGAEP) revelam que esta subida foi particularmente notória nos serviços dependentes do ministério do Trabalho.

O número de trabalhadores a recibos verdes nos organismos públicos aumentou 14,6% no final do segundo semestre do ano passado, face a igual período de 2016, para 17.728. Os dados da Direção-Geral da Administração e do Emprego Público (DGAEP) revelam que esta subida foi particularmente notória nos serviços dependentes do ministério do Trabalho, noticia o jornal “Público”.

Este é o número mais elevado desde o segundo semestre de 2013, quando foram identificadas 28 mil pessoas em regime de prestação de serviços. Mais de metade dos trabalhadores (56% do total) têm ligação aos organismos da administração central, sobretudo nos serviços que dizem respeito aos ministérios do Trabalho e Segurança Social, Saúde e da Ciência e Ensino Superior.

Só no ministério do Trabalho foram contabilizados 6.113 prestações de serviços, um número que representa 61% dos recibos verdes da administração central e um terço do total. A DGAEP explica que este acréscimo foi “devido ao sinal da retoma da atividade do Instituto do Emprego e Formação Profissional [IEFP] com a contratação maioritariamente de formadores”.






Mais notícias
PUB
PUB
PUB