Taxa de juro baixa em março e prestação média mantém-se na Região Autónoma da Madeira

A taxa de juro implícita no crédito à habitação, na Região Autónoma da Madeira, em março deste ano, fixou-se em 0,958%. Traduz um um decréscimo de 0,003 pontos percentuais face ao mês anterior, que foi 0,961%.

O valor médio da prestação vencida para o conjunto dos contratos de crédito à habitação manteve-se nos 254 euros, tendo os juros se fixado em 45 euros (menos um euro que em fevereiro 2017) e a amortização nos 209 euros (mais um euro que em fevereiro 2017).

O montante do capital médio em dívida para os contratos de crédito à habitação caiu para 56.847 euros (57.009 euros em fevereiro).

A nível nacional, e no conjunto dos contratos de crédito à habitação, a taxa de juro implícita situou-se em 1,016%, inferior em 0,002% ao observado no mês precedente (1,018%).

A prestação média vencida para a globalidade dos contratos manteve-se nos 237 euros.



Mais notícias