T-Roc representou mais de 50% da produção automóvel de Portugal em maio

A produção de automóveis em Portugal aumentou 64,7% no mês passado. A Associação do Comércio Automóvel de Portugal sublinha “a importância que as exportações representam para o setor automóvel já que 96,8% dos veículos fabricados em Portugal têm como destino o mercado externo, o que, sublinhe-se, contribui de forma significativa para a balança comercial portuguesa”.

O modelo T-Roc da Volkswagen representou 57% da produção de viaturas automóveis em Portugal no mês passado, disse ao Jornal Económico fonte da Associação do Comércio Automóvel de Portugal (ACAP).

A fabricação de veículos aumentou 64,7% em maio, em comparação com o período homólogo de 2017, atingindo as 28.707 unidades de carros. A produção de ligeiros de passageiros teve o crescimento mais expressivo face ao mesmo mês do ano passado, com 23.319 unidades e uma subida de 88,7%, mas a fabricação de veículos pesados voltou a cair (- 41,7%).

Nos primeiros cinco primeiros meses deste ano, a produção automóvel em Portugal avançou 86,2%, com 126.578 unidades de ligeiros, comerciais e pesados fabricadas no país, segundo os números divulgados esta terça-feira pela ACAP.

A associação sublinha “a importância que as exportações representam para o setor automóvel já que 96,8% dos veículos fabricados em Portugal têm como destino o mercado externo, o que, sublinhe-se, contribui de forma significativa para a balança comercial portuguesa”.

Quase todas as exportações de veículos fabricados em território nacional destinam-se a países europeus (91,4%), nomeadamente a Alemanha (20,7%), a França (14,2%), a Espanha (12,1%) e a Itália (10,9%). Para a China voam 2,7% dos automóveis fabricados em Portugal.

Produção autómovel em Portugal






Mais notícias
PUB
PUB
PUB