Sondagem: PS mantém distância; Costa e Passos perdem popularidade

Marcelo mantém-se o mais popular, com um aumento de 0,5% para os 60,5%. Entre os líderes partidários, Catarina Martins é a menos popular, seguida de Assunção Cristas, Passos Coelho e Jerónimo de Sousa.

O barómetro de eurosondagem de maio, para a SIC e Expresso, mostram o Partido Socialista (PS) e Partido Social-Democrata (PSD) em queda, embora a diferença entre eles se mantenha precisamente a mesma, 10 pontos percentuais. Apesar da descida de 0,3%, o PS lidera com 39% das intenções de voto, à frente do PSD, com 29%.

A sondagem mostra que, excluindo o PAN, que desce 0,2 pontos percentuais para os 1,2% das intenções de voto, os restantes partidos apresentam uma percentagem mais positiva. O CDS é o partido que mais sobe (0,5% para os 6,9%), seguido da CDU que sobe 0,1% para os 7,6%. O Bloco de Esquerda (BE) mantém a mesma percentagem de votos (9%) em relação ao mês anterior.

Em termos de popularidade, o líder social-democrata, Pedro Passos Coelho, regista a maior queda (menos 1,5%), ficando com um total de 10,4%. A manter a mesma queda do mês passado (-0,9) estão a líder do CDS, Assunção Cristas, o presidente do PCP, Jerónimo de Sousa, e a líder do BE, Catarina Martins. Esta última é a menos popular, seguida de Assunção Cristas, Passos Coelho e Jerónimo de Sousa.

O presidente Marcelo Rebelo de Sousa mantém-se o mais popular. Sobe 0,5% para os 60,5%. A popularidade de primeiro-ministro, António Costa, cresce também 1,2% para um total de 34,7%, ao contrário da do Governo em geral encolhe 2,7%.

Mais notícias
PUB
PUB
PUB