Sonae MC quer ser uma das 5 maiores na prestação de serviços de saúde

Empresa diz não querer prestar serviços idênticos aos hospitais, de medicina curativa, mas ser uma "referência na medicina melhorativa".

Sonae

A Sonae MC quer ser uma das cinco maiores empresas prestadoras de serviços de saúde no mercado português, por volume de negócios, dentro de 10 anos, afirmou a administradora da empresa Inês Valadas.

Valadas falava, a 19 de maio, em Lisboa, por ocasião da apresentação da primeira clínica de medicina dentária e de medicina estética Dr. Wells, que marca a entrada do grupo Sonae no mercado da prestação de serviços de saúde.

A gestora sublinhou, no entanto, que a empresa não pretende prestar serviços idênticos aos hospitais, de medicina curativa.

“Não estamos no campo dos hospitais”, afirmou, acrescentando que o foco da Sonae MC é “a melhoria da qualidade de vida” e pretende que a rede Dr. Wells seja a “referência na medicina melhorativa”.

Esta primeira clínica localiza-se no Centro Comercial Colombo, em Lisboa, e conta com um total de 25 colaboradores, sendo 15 destes médicos. A rede terá duas novas clínicas no norte, em Gaia e no Porto, em centros comerciais.

A Sonae MC definiu como objetivo construir uma rede de 75 clínicas em menos de 10 anos. Este ano serão inauguradas 5 clínicas e a empresa planeia abrir 10 clínicas por ano durante os próximos sete anos.

“Haverá clínicas especializadas em medicina dentária – que serão mais e maiores – e outras também com medicina estética”, como a inaugurada em Lisboa, explicou Inês Valadas.

A rede da Dr. Wells poderá crescer, também, através de aquisições, processo que a empresa utilizou também no segmento de alimentação saudável, que integra também esta unidade de health and wellness do grupo Sonae.

“Nas clínicas dentárias, estamos a falar de 4.000 clínicas em Portugal, pelo que existe espaço para a concentração”, disse Inês Valadas.

Não foi revelado qual o investimento já feito e o previsto para o desenvolvimento da rede, nem as expectativas de facturação.

O conceito da Dr. Wells foi trabalhado durante ano e meio. A empresa avalia o mercado português de medicina dentária em cerca de 600 milhões de euros anuais e o de medicina estética num intervalo entre 95 e 140 milhões de euros.

A administradora da Sonae MC admitiu a possibilidade de serem adicionadas outras especialidades médicas ao portfólio de serviços de saúde a oferecer, nomeadamente oftalmologia.

“Já temos optometria na rede da Wells e a oftalmologia é uma continuidade natural”, explicou.

Na mesma ocasião, foi explicitado que a Sonae MC pretende internacionalizar a rede de retalho de produtos de saúde e optometria Wells através de aquisições, que deverão ser feitas num mercado europeu.

Inês Valadas disse que a a Wells está preparada para a internacionalização, mas que esta está condicionada pela existência de oportunidades para aquisição de operações já existentes.

“Queremos ter o conhecimento do mercado local”, explicou.

Questionada sobre que mercados estão a ser equacionados para este processo, a administrador da Sonae MC indicou estarem a estudar alguns mercados europeus. “Estamos a falar da Europa”, disse.



Mais notícias
PUB
PUB
PUB