Sonae fecha acordo com retalhista britânica para fusão da Sport Zone com a JD Sprinter

A Sonae MC Modelo Continente chegou a um acordo com a JD Sports Fashion, a Balaiko Firaja Invest e a JD Sprinter Holdings.

A Sonae fechou esta quinta-feira de manhã o acordo com retalhista britânica JD Sports Fashion para fusão da Sport Zone com a JD Sprinter. A empresa de retalho portuguesa, fundada por Afonso Pinto de Magalhães, informou o regulador dos mercados sobre o negócio através de comunicado, onde refere que a aliança entre as duas lojas realizou-se “essencialmente nos mesmos termos que os previamente anunciados”.

“Na sequência do Memorando de Entendimento anunciado em março de 2017, chegou, através de uma das suas subsidiárias, a Sonae MC Modelo Continente SGPS, S.A., a um acordo com a JD Sports Fashion Plc, a Balaiko Firaja Invest S.L. e a JD Sprinter Holdings 2010, S.L. (JD Sprinter), que prevê a combinação da JD Sprinter e da Sport Zone”, refere a firma nacional, na mesma nota enviada à Comissão de Mercados e Valores Mobiliários (CMVM).

A ‘luz verde’ desta transação encontra-se sujeita ao cumprimento de condições suspensivas dependentes de terceiros, onde se inclui a aprovação da Autoridade da Concorrência.

No início de março, a Sonae assinou um memorando com a JD Sports Fashion, retalhista líder no Reino Unido em marcas de desporto, e a LD Sprinter Holding com vista à criação do segundo maior retalhista de desporto na Península Ibérica.

Segundo um comunicado da Sonae divulgado na página da CMVM na Internet, este memorando prevê a combinação de negócios na Península Ibérica da JD Group e da JD Sprinter com a Sport Zone. Além disso, estabelece “os parâmetros principais para a criação de um Grupo Ibérico de desporto que terá como acionistas a JD Group, a Sonae e a família acionista da JD Sprinter, com posições de aproximadamente 50%, 30% e 20%, respetivamente”.

“Tanto a Sonae como a JD Sprinter possuem um profundo conhecimento acerca do negócio de desporto na Península Ibérica e ambas irão desempenhar um papel chave ao nível da gestão estratégica e operacional do Grupo que se pretende criar”, acrescentam.





Mais notícias
PUB
PUB
PUB