Site da Presidência exclui Salazar da lista de Presidentes da República

O site da presidência tem uma lista de todos os Presidentes desde que há República em Portugal. Mas Oliveira Salazar, que foi essencialmente chefe do Governo, mas que ocupou o cargo de chefe de Estado de 18 de Abril de 1951 a 9 de Agosto de 1951, foi excluído.

salazar-e1448486173285

O site da Presidência omite Oliveira Salazar da lista de presidentes, mas inclui Spínola.

António Oliveira Salazar (que foi chefe do Governo de 1932 a 1968), chegou a ser Presidente de Portugal (Interino) no período que decorreu de 18 de Abril de 1951 a 9 de Agosto de 1951. Tendo como antecessor Óscar Carmona e como sucessor Francisco Craveiro Lopes.

Podia dizer-se que o pouco tempo que ocupou a função explica a ausência da lista de presidentes, mas a verdade é que António Spínola que foi Presidente da República de 15 de Maio de 1974 a 30 de Setembro de 1974 (tendo antecessor Américo Thomaz e como sucessor Francisco da Costa Gomes) foi incluída na lista de todos os Presidentes de Portugal.

Uma lista que vai desde Manuel de Arriaga (1911 a 1915) até Aníbal Cavaco Silva (2006 a 2016), os nomes dos Presidentes da República desfilam numa lista de 19 pessoas, onde na verdade foram 20 os Presidentes da República até agora, com Marcelo Rebelo de Sousa a ser o vigésimo primeiro.

Depois de Manuel de Arriaga, o chefe de Estado foi Teófilo Braga. Seguido por Bernardino Machado;  Sidónio Pais; João do Canto e Castro; António José de Almeida; Manuel Teixeira Gomes; José Mendes Cabeçadas; Manuel Gomes da Costa; Óscar Carmona;  Salazar; Francisco Craveiro Lopes; Américo Thomaz; Francisco da Costa Gomes; Spínola; António Ramalho Eanes; Mário Soares; Jorge Sampaio; Cavaco Silva e Marcelo Rebelo de Sousa.

  • Carlos Costa

    Alem de ter sido,embora por pouco tempo,Presidente da República,António de Oliveira Salazar,foi SÓ o melhor chefe de governo que Portugal já teve!!!!!!!Hoje,o país precisaría de uma dúzia de homens sérios e competentes como ele.Salazar entrou pobre,saui pobre!!!! E hoje???????????

    • Arvelos

      Tu vês a História recente só com um olho e atacado por cataratas! Nem com os dois bem abertos tu verias todas as implicações do regime fascista salazarento, Por isso não vale a pena dourares uma pílula que não engoliste e cujo sabor estás muito longe de imaginar.

      • alcpf

        Vai pastar para o campo… Que viesse o Salazar novamente… Preferia ele do que toda a escumalha politica atual!

        • Henrique

          …respeitosamente,só não concordo com a primeira oração, com as duas seguintes…SIM.

      • jo rama

        Mas tu está cego mentalmente, embora possas ver do 2 olhos mas estao desligados do cérebro. Hoje a dita democracia encheu e enche os bolsos de uma minoria e infelizmente os portugueses sao enganados todos os dias sendo chamados periódicamente a votar nos seus carrascos.

        • Arvelos

          O 2º post acima do teu também serve para ti.

      • fiat g91

        Sr Arvelos então não sabe que esse Dr. Salazar herdou um País na banca rota provocada pelos do costume ( republicanos laicos e socialistas ) deixou como herança um dos Países mais ricos do mundo e os tais ( republicanos laicos e socialistas ) voltaram a levar a Nação para o estado em que se encontra. por conseguinte o seu problema é muito mais grave que cataratas o problema é mesmo cegueira e não esqueça quem não vê é invisual quem não quer ver é cego.

        • António Campos Leal

          e mais uma vez foi o Povo a encher os cofres, como Passos queria. Sangue, Suor e Lágrimas de um Povo Faminto.

          • Assunção Palma

            Acho piada. Olhe que no tempo do Salazar não pagavam impostos como hoje. Vc quer milagres? Se herdou um país em bancarrota, como queria vc que ele levantasse a economia do país, construisse escolas, hospitais, universidades, pontes (Ponte Salazar) e outras, ou vai dizer que não fez nada disso? As escolas primárias todas iguais, espalhadas pelo país quem as mandou construir? E os cofres do Estado cheios de dinheiro, tb é mentira? Ou queria que fosse ele a fazer isso com o dinheiro dele? Hoje somos explorados e roubados pelo Estado para pagarem ordenados brutais a quem entendem e gostam não?

          • António Campos Leal

            Ri-me. Não da minha piada.

          • Lord Farquaad

            ESCOLAS PRIMÁRIAS E PONTO, MAIS NADA, FICOU TUDO COM A 4ª CLASSE, POR ISSO OS NOSSOS VELHOS SÃO OS MAIS BURROS E POBRES DA EUROPA OCIDENAL, VIVA O SALAZAR!!!!

          • Mário Silva

            Deixa-la que hoje em dia são mais formatos e pisgam-se de Portugal …. e o povo mais novo continua a vota como burros … sim … olha se fosse com outro Salazar depois da abrilona … Portugal estava muito melhor … ouro … nem metade que ele juntou existe ….

          • Lord Farquaad

            limpo o ku ao ouro, o estado não é mais rico por tê-lo, a não ser que o venda, por isso mesmo é que já vai em metade… e essa cassete que engoliu na comunic social de que os licenciados emigram todos é uma treta…. a educação é um direito de todos, o estado não é ninguém para negar esse direito, a não ser claro que sejamos governados por um velho ditador frustrado metido a besta

          • Mário Silva

            Pois … deves ser um comuna ou um BE mas com tacho …
            a não sabes o que escreves, nem escreves o que sabes …

        • Pode ser

          o País tinha alguma coisa (ouro dos judeus), mas os frades eram muito pobrezinhos…

          • Mário Silva

            oi ? as de me dizer onde viste Frades ricos …. enfim ….

        • Lord Farquaad

          AHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHHAHAHAHAHAHAHAHAHA UM DOS PAÍSES MAIS RICOS DO MUNDO AHAHAHAHAHAHAHAHHAHAHAHAHA VAI PÁ PHUTA QUE TE PARIU E MORRE LOGO DIABO!!!!

          • alcpf

            Sabias que quando o Salazar entrou, Portugal estava com uma divida terrivelmente grande, o país não crescia, não havia governos que aguentasse o mandato todo… A fome ainda era pior que a de Salazar. foi no tempo dele que se restaurou a maioria dos monumentos que estavam todos a cair de podre… até o castelo de guimaraes estava mais de 70% alagado… Foram construidas quase todas as barragens no tempo dele… As linhas de comboio foram ampliadas e restauradas pq antes dele os comboios descarrilavam constantemente… Iniciou-se a autoestrada, fez imensas pontes… Algumas ficaram depois mergulhadas por causa de novas barragens, abriu imensas estradas, construiu a ponte de Salazar, mesmo com a infelicidade da guerra, Portugal estava a crescer 6% ao ano, a maioria das escolas foram construidas no tempo dele e só com o reinado socratino é que foram substituidas por novas, o alqueva iniciou-se com ele, etc, etc, etc… Se não fosse ele acertar as contas do acumulado até ao anterior regime, o regime atual estava simplesmente fudido! Por isso deu margem para este gastar à grande e a francesa e mesmo com os dinheiros vindo da europa, conseguiu acumular uma divida enorme e impagavel! As coisas não são como pensa!

          • Lord Farquaad

            os países do submundo também crescem aos dois dígitos, isso não quer dizer nada de bom, bem pelo contrário, é precisamente por serem países subdesenvolvidos que crescem a esse ritmo, e é por isso que na europa e no japão se cresce tão pouco, por estamos saturados, já se fez quase tudo o que havia para fazer… se Portugal crescia 6% era porque era um país do submundo…. a minha análise é muito simples… eu comparo-me com o resta da europa, e o país que o verme de santa comba dão deixou estava uns 30/40 anos atrasados em relação ao centro da europa…e hoje, mesmo com largos biliões de € da caridade dos ricos da europa da cee continuamos uns 10-15 anos atrasados, tudo herança desse verme que gente tresloucada como você idolatra

          • alcpf

            Estás completamente a leste do que realmente se passou!
            Atrasado estava antes do Salazar… A divida relativamente ao PIB era ligeiramente inferior à divida atual relativa ao PIB atual… O PIB era fraco! Salazar entrou e depressa conseguiu inverter os 2 gráficos. A divida começou a descer drasticamente e o Pib começo a subir drasticamente! Mesmo com a guerra! E sem comprometer as contas públicas e construiu imenso como referi no outro comentário. Ainda tb acumulou bastante ouro! Portanto quem dera Portugal ter hoje ainda esse verme, como lhe chamas! Cruzando a estatistica, e transpondo ate aos dias de hoje seriamos um país bastante desenvolvido!
            Não estou à espera que acredites… Já estou habituado às cassettes dos portugueses manipulados pelas escolas deste regime! Eu tb pensava como tu, até que por acaso comecei a ler mais sobre a realidade das coisas e a cruzar a informação e comecei a aperceber-me que as coisas não podiam ser como dizem! Atualmente já tenho fontes e dados que desmentem essa manipulação… Não é somente histórias de um blog da net… Na própria pordata é possível extrair muita informação que prova isso, tens é que saber explorar!
            Fica ao teu critério abrir os olhos! Até pq é indiferente para mim… A asneira ja foi feita, o Salazar já morreu e estamos encalhados num iceberg maior que o do titanic!

          • alcpf
        • Arvelos

          Um dos países mais ricos do mundo? Não reconheço o país de que fala!.
          Será aquele que tinha uma grande reserva de ouro no Banco de Portugal mas uma infraestrutura de merceeiro, podre e a cair? Em que o principal meio de transporte de trabalho eram as carroças ? Aquele em que se levava 12 horas para ir de Lisboa a Braga? Ao país que ficava deserto pelas vagas de emigração para não morrerem de fome ou para escaparem à PIDE? Ou refere-se à esperança média de vida em 1960 ou 1970? Ou à taxa de mortalidade infantil de 77,5% em 1960? Á taxa de escolaridade no seu regime? Ou ainda à Lei de Condicionamento Industrial que reservava as grandes oportunidades aos amigos do regime? Refere-se ao país que não soube negociar com as elites africanas, antes as perseguiu? E por isso teve de manter 3 guerras inúteis em antigas colónias, com milhades de mortos, amputados e doentes mentais?
          Basta comparar com Franco: tal como ele era um ditador sanguinário mas não era estúpido. Este sabia interpretar os sinais dos tempos e preparar o futuro, e deixou a Espanha com as bases para ser a potência económica que é hoje.

          • Amora Bruegas

            Tanta ignorância, só merece um conselho…, vá-se instruir e aprender a miséria que havia nos ditos desenvolvidos, ou não sabia? E que sabe da miséria, prisões e torturas durante a 1.ª república do reviralho, às mãos do Afonso Costa?

          • alcpf

            Sim, é esse, mas que as vagas de emigração foi inferior ao que resultou no ano 2011 em diante e a maioria que emigrava nos anos 60 era para fugir à guerra e não tanto à fome.. Até pq fome mesmo foi nos regimes anteriores… pelo tempo das aparições de Fátima!

      • Minime

        Conforme já foi explicado pela dito “pai da democracia portuguesa, Dr. Mário Soares”, SALAZAR não era nem nunca foi um fascista, terá no máximo sido um ditador…+ Inclusivamente, um dos obreiros da revolução de Abril, Otelo Saraiva de Carvalho, já afirmou em publico que o Portugal actual, necessitava de um HOMEM como ele neste momento.
        O problema é a cassete, não muda nem evolui, apesar de já só alguns saudosistas a tocarem! Mas aprecio a coerencia!

        • Assunção Palma

          E não ganhou o 1º lugar como o melhor político de sempre? Foi avaliado pelos portugueses democraticamente, sem pressões.

      • JR

        Comuna ignorante.

      • MSMP

        para mim, todos os comunas e be’s deviam ser fuzilados de forma sumaria. O ar ficava mais puro.

        • JR

          Estou contigo.

      • Amora Bruegas

        Bem..,pode ter a opinião que quiser, mas seria bom que fosse sustentada na verdade, em factos e não porque lhe enfiaram uma pílula vermelha que tresanda a a ódio e falsificações históricas, que muito bem conhecemos.
        Efectivamente o Estadista, foi de longe, o MELHOR GOVERNANTE que tivemos nos últimos 250 anos! Foi eleito o maior Português, apesar da censura e ódio que democraticamente contra ele têm fomentado!

        • Arvelos

          Eleito? Comparar a votação de um concurso de TV, onde 1 pessoa pode votar 100 x e uma eleição democrática, onde só se vota uma vez, demonstra bem o tamanho do teu cérebro. Ai que saudades… mas ele está morto e enterrado!!!

          • Amora Bruegas

            Se não tivesse um cérebro do tamanho de um feijão, saberia que o Álvaro C(p)unhal ou outro déspota qualquer poderia ter ganho com este método…, e NÃO ganhou!
            Quanto às “democráticas”, que valor têm quando os candidatos se fartam de mentir, não tendo credibilidade…ou será que gosta de mentir, porque é beneficiado como servo deles?

    • Pode ser

      vai ler a constituição….. para aprenderes…para não dizeres disparates….

  • Hic et Nunc.

    Foi só interino… portanto foi bem retirado da lista de Presidentes.

    • Manuel Correia

      interino, mas foi! o País não esteve sem presidente durante esse período.

      • Hic et Nunc.

        Foi só interino.

        • Jasca

          Foi Presidente interino e aí concordo. Foi mal retirado da lista de Presidentes. Os ventos da História continuarão a soprar enquanto houver mundo. Cumprimentos.

          • L Vaz

            Nesse caso existiram MUITOS mais presidentes Interinos, que eu saiba
            SEMPRE que o PR se ausenta do Pais, é o Presidente da Assembeia da
            Republia o seu substituto, Artigo 132 da Constituição Portuguesa

          • Minime

            Não foi interino. Foi investido no cargo conforme previsto na Constituição de 6 de Dezembro de 1945.

          • Paulo Jorge

            E são investidos ? acometidos ? Transvertidos ? Introvertidos ? Repercutidos ? Entretidos ?

        • Minime

          Não foi interino. Foi investido no cargo conforme previsto na Constituição de 6 de Dezembro de 1945.

          • Pode ser

            ahahahahhah…. deixa-me rir…… a dita constituição de 1945 (6 de Dezembro) é do Brasil…..seu asno

          • Minime

            Por isso é que está publicada no site da Republica portuguesa!!!
            Pois a ignorancia, habitualmente, leva à tentativa gratuita do insulto.

          • Hic et Nunc.

            Foi só interino.

          • Minime

            Vejo, que pela sua lógica, até à data, não tivemos um unico Presidente da República.
            Lamentavel que tenham lá pessoas, que apesar de investidos no cargo, não sejam nem tenham sido Presidentes e tenham sido ou sejam remunerados/compensados como tal!
            É realmente vergonhosa esta nossa Democracia.

          • E. Macedo (Bispo)

            Foi só interino.

    • Mário Piteira

      Teófilo de Braga também substituiu Manuel de Arriaga e consta da lista. Terá isto sido um lapso? Deve igualmente ser retirado?

  • Rui Silva

    Outra cretinice da abrilada. Querer apagar a HISTORIA

    • Arvelos

      Vê-se logo que o Prof. Marcelo é mesmo um homem da Abrilada…

      • Paulo Jorge

        Se não é ultimamente tem imitado muito bem.

      • Pode ser

        palermita

        • Arvelos

          Palermita é certamente quem te fez a ossatura e te educou tão mal. Se não tens argumentos para contrapor sem ofender reduz-te ao silêncio e tudo fica mais limpo e respirável.

          • Pode ser

            ….agora percebo o nick …..vem de ar….falta de ar de certeza….

      • Amora Bruegas

        É uma moeda de duas caras, osta de estar de bem com Deus e com o diabo!

    • L Vaz

      Não é apagar a história, o Drº Oliveira Salazar, nunca foi Presidente da República, mas sim Presidente do Conselho de Ministro e substituto do PR, por inerencia do cargo, e mais não foi só nessas datas que substituiu o PR, também em 1935 foi PR substituto, logo uma “reportagem” pelo menos incompleta, por outro la o Ge Spinola, foi “eleito” PR pelo conselho da revolução, logo NUNCA foi interino.

      • Minime

        Ou seja, o General Spinola, não foi a sufragio universal, foi eleito num sufragio restrito, mais ou menos como o que se passou na época com Drº Oliveira Salazar, foi escolhido por alguns para guiar o destino de todos.

        • Pode ser

          constituição de 1945?????? inventaste agora?

      • Du Nuno

        O conselho da revolução não existia quando o Spinola foi feito presidente pela porta do cavalo….

      • Pode ser

        estás quase lá, só falta uma coisinha mais …vai ler a constituição….. para aprenderes…

    • Pode ser

      vai ler a constituição….. para aprenderes…falas do que não sabes…. é normal

  • Minime

    Alguem em tempos escreveu que aquele que renega o seu passado, poucas hipoteses terá de singrar no futuro!
    SALAZAR terá feitos coisas menos bem ou mal, não digo que não. Que PRESIDIU a um país que então funcionava, PRESIDIU.
    Estas tentativas ridiculas de tentar apagar o nome do HOMEM da nossa história não faz qualquer sentido, tanto mais, que venceu com 41% dos votos as unicas eleições (“post-mortem”) em que participou, pondo a um canto, todas as ditas figuras históricas pós-25 de Abril (Votação da RTP1 Os Grandes Portugueses).
    Não só é vergonhoso para os que o defendem, como fazem passar por doidos todos aqueles que teoricamente (ou não) “enfrentaram” alguem que não existiu!

    • Pode ser

      De facto presidiu era presidente do conselho de ministros……..vai ler a constituição….. para aprenderes…

  • Maioral Das Cabras

    Impressionante a quantidade de fachos salazarentos que pasta nas caixas de comentários do J. Económico.

    • Jasca

      Fachos porquê? Por defenderem a verdade da História? E quem o defende não tem o mesmo direito de você o atacar? Toda as opiniões, independentemente de concordarmos ou não com elas, desde que ditadas com respeito devem ser bem-vindas. É nesse equilíbrio que reside a força de uma sociedade. de uma nação. Cumprimentos.

    • alcpf

      Tu fazes parte das quadrilhas do pós 25 de abril!

    • Minime

      Sendo que a definição de “Facho”, e de acordo com o dicionário da lingua portuguesa é:
      Matéria inflamável que se acende de noite para sinal; Farol, luz que indica aos navios o caminho seguro.
      Archote, brandão, lanterna.
      [Figurado] O que esclarece ou serve de luz intelectual: o facho da ciência.
      [Figurado] Tudo que serve de elemento para suscitar ou alimentar qualquer paixão: o facho do ódio.
      Sim penso que todos somos, pois tentamos aqui servir de luz, a todos aqueles que vivem na obscuridão, na tentativa vã do insulto e na ignorancia histórica!

  • Rolando

    e qual é a explicação da Presidência? essa é a resposta que o jornalismo sério deveria saber para informar os leitores, habilitando estes a formar a sua opinião…assim, não se sabendo se existem razões jurídicas, políticas ou outras, eu não posso ter opinião sobre se a Presidência agiu bem ou mal….

    • Maria Mascarenhas

      Obviamente! Teve as funções de PR por morte de Carmona e enquanto não foi eleito o seguinte… Tal como os presidentes da AR substituem o PR sempre que necessário e isso não faz deles PR’s

      • Paulo Jorge

        Quer isso dizer que todos os que constam da lista foram eleitos ?

        • Maria Mascarenhas

          Quer dizer que o seguinte – Craveiro Lopes – foi eleito.

          • Mário Piteira

            E Spínola e o Costa Gomes, foram eleitos? Teófilo de Braga também substituiu Manuel de Arriaga e consta da lista. Não é por ai!

          • Amora Bruegas

            A maioria dos presidente NÃO foram eleitos ou foram-no sob condicionantes, nomeadamente as falsas promessas que fizeram…, ou nos últimos 42 anos, tivemos algum governante/presidente que cumprisse o que prometeu?

        • Pode ser

          vai ler a constituição….. para aprenderes…alguma coisa

          • antomarce

            Essa tua constituição, tb não foi aprovada por todos os partidos, de onde se conclui que nem todos tem que a ler, ou têm ?

          • Pode ser

            …..ignorante…. quais partidos??? ….falas do que não sabes….

          • Rolando

            qual? a de 33 ou a de 76? também poderia fazer o artigo para o jornal! ou seja, essa questão de ler constituição deverá ser colocada ao jornalista para sustentar a natureza da decisão da Presidência!

          • Pode ser

            …..para perceber a sustentação da decisão do Presidente (aquilo é um órgão singular)…..tens de ler a constituição…..qual?…..pensa, se tiveres capacidade para isso….

      • Pode ser

        vai ler a constituição….. para aprenderes…

      • Assunção Palma

        Faz sim senhora, desde que tenha estado em funções como tal, nem que tenha sido por uma semana e em substituição de alguém. Deve fazer parte da lista e deve existir a explicação da razão da substituição tal como o tempo.

      • Jasca

        … com uma grande diferença, Substituir um Presidente (que continua a sê-lo) nos seus impedimentos, físico ou mental, é uma coisa. No caso que se discute, Salazar foi investido nas funções de Presidente por morte do até então titular o Marechal Carmona. Cumprimentos.

    • Pode ser

      vai ler a constituição….. para aprenderes….

  • Manuel Correia

    Estes tipos, vulgo democratas, rasgam , alteram a história a bel-prazer.
    Canalhices e intrujices, digo eu!

  • Manuel Correia

    Daqui a nada apagam os reis e a monarquia…

    • Minime

      Já faltou mais. Assim o “povo” só poderá comparar, o pessimo com o mau!

  • Arvelos

    É lógico: ele nunca deixou de ser o presidente do conselho, e a cumulação de cargos era provisória, enquanto o Spínola só exerceu aquele cargo a título oficial, além de que as circunstâncias políticas não eram as mesmas. Comparar coisas incomparáveis é um exercício fútil!

  • L Vaz

    Nesse caso vejo que nenhum historiador sério pode dizer que o Drº Oliveira Salazar foi Presidente da República. Se não sabem e esta “reportagem” é uma má notícia, leiam a cosntituição, por essa razão embora pós 25/4 é identica à da época.

    Artigo 132.º

    (Substituição interina)

    1. Durante o impedimento temporário do Presidente da República, bem
    como durante a vagatura do cargo até tomar posse o novo Presidente
    eleito, assumirá as funções o Presidente da Assembleia da República ou,
    no impedimento deste, o seu substituto.
    2. Enquanto exercer
    interinamente as funções de Presidente da República, o mandato de
    Deputado do Presidente da Assembleia da República ou do seu substituto
    suspende-se automaticamente.
    3. O Presidente da República, durante o impedimento temporário, mantém os direitos e regalias inerentes à sua função.
    4.
    O Presidente da República interino goza de todas as honras e
    prerrogativas da função, mas os direitos que lhe assistem são os do
    cargo para que foi eleito.

    • Minime

      Artigo 80, 2º (b) Da Constituição em vigor na data em questão: (https://dre.pt/application/dir/pdfgratis/1945/12/27101.pdf)
      Cito
      “Emquanto se não realizar a eleição prevista neste artigo, ou quando, por qualquer motivo, houver impedimento transitório as funções presidenciais, ficará o Presidente do Conselho investido nas atribuições do Chefe do Estado, conjuntamente com as do seu cargo”
      Fim de citação

      Chamo a atenção para o termo INVESTIDO….

      Cumprimentos

      • L Vaz

        Pode colocar o termo investido, no entanto é uma formalidade de que tem o poder, se não fosse INVESTIDO, não poderia exercer o cargo, neste caso TRANSITÓRIO, pelo que não FORMALMENTE Presidente, não sou jurista mas concordo que seja retirado da lista de presidente, NÃO CONDORDARIA que o retirarem de Presidente do Conselho, atual Primeiro Ministro

        Bom ano 2017 e não irei continuar a polémica já que democraticamente TODOS temos direito à opinião.

        • Minime

          Por essa ordem de ideias não tivemos qualquer Presidente da Républica, pois todos eles, todos, tiveram de ser Investidos no cargo transitório (muda de X em X anos, o que não aconteceu com o General Spinola que teve uma investidura ainda mais curta), o que actualmente dá direito a discurso e “festa”.
          Assim como concordo que todos temos, e devemos ter, direito à opinião, tambem considero util em Democracia a hipotese de vermos as nossas opiniões e ideias refutadas.
          Bom Ano de 2017, com uma entrada alerge e em boa Companhia

        • Mário Piteira

          Teófilo de Braga também substituiu Manuel de Arriaga e consta da lista. Terá isto sido um lapso?

          • francisco feio

            Teófilo Braga foi eleito PR em eleição que teve lugar para escolher quem iria terminar o mandato de Manuel de Arriaga que se demitiu do cargo de PR. O mandato duraria apenas o tempo necessário para concluir o quadriénio 1911-15. As eleições para PR eram indiretas, sendo o PR escolhido por votação do Congresso da República em sessão conjunta das suas duas câmaras (Deputados e Senado).

        • Pode ser

          desde que não digam asneiras…..

      • Pode ser

        o artigo 80º não diz nada disso……vai ler a constituição….. para aprenderes…

    • Pode ser

      que calamidade…..rasga o que leste….ou escreveste…. está tudo mal …..vai ler a constituição….. para aprenderes…

    • Pode ser

      isto não é verdade ……vai ler a constituição….. para aprenderes…

  • jo rama

    Na verdade estes jornalistas de meia tijela de pouco lhes serve a licenciatura sacada na Lusofóna, a tal que dá cursos tipo Relvas em 3 dias. O Dr Oliveira Salazar nunca foi Presidente da República,mas sim chefe do governo , hoje o mesmo que primeiro ministro. Na altura o presidente da republica era o Almirante Américo Thomás.
    Fico estupefcato quando estes jornalistas nem sequer sabem ler um nunero que ás vezes aparece nas noticias sobre assuntos financeiros. Há tempos um dizia 6 mil quando eram 6 mil milhoes.Uma vergonha!!

    • Paulo Jorge

      Mas leu o artigo ??????????????????????

    • Pode ser

      tanta confusão….. o Américo Thomás não é para aqui chamado…..(ainda)

  • Antonio

    Politica é politica e fatos históricos são fatos. A politica não deveria servir para apagar a realidade, já nos basta que por vezes seja usada para apagar a seriedade.

    • Pode ser

      vai ler a constituição….. para aprenderes…para saberes os factos e não digas disparates….

      • Assunção Palma

        Chiçaaa penico… escrever essa mesma frase uma vez só não chega?

  • peidofilo do ps

    VIVA O GOVERNO DA GERINGONÇA!!
    BOM EXEMPLO DE DEMOCRACIA!!
    O QUE SE DIRIA A UM PRESIDENTE DA REPUBLICA QUE QUEIMOU E PISOU A BANDEIRA NACIONAL PORTUGUESA? LEMBRAM SE?
    É O MAROCAS!!!

    • Rui Silva

      Os maiores cegos sao os que nao querem ver…

      • Rui Silva

        Estes politicos do 25/4 nao se interessam pela Patria ou pela bandeira. O que eles querem é encher os seus bolsos, os bolsos dos familiars e dos amigos Ah, e criar fundacoes com o dinheiro do estado, ou seja o nosso.

  • Jorge Marques de Tocqueville

    Este assunto é paradigmático pela sequência que tem nos comentários: existem as pessoas que discutem o mérito da questão (foi ou não Presidente, em que condição, deve ser incluído na tal lista, outras inclusões são coerentes com a sua exclusão – ou, hipótese minha, será lapso) e que tornam essa questão e sua discussão interessante, mas depois aparecem sempre aqueles que querem reduzir o assunto aos méritos do Salazarismo (em registo pró ou contra) e que na verdade acabam por nem debater o assunto. Em termos jornalísticos opino que está bem apanhada a questão e que deve ser suscitada como foi, parabéns por isso. Em termos de retrato sócio-cultural, e independentemente do que levou à exclusão no dito site, está escarrapachado que ainda somos um país atrasado incapaz de olhar o seu passado com rigor e que não tem, digo eu, que se envergonhar da sua segunda república. Ter opinião e repudiar (ou não) a ditadura em nada equivale ao refúgio do rótulo e à negação dos aspectos positivos que o país conheceu (a história não pode ser suprimida ao sabor do regime político que vigorou). Esta tentativa sistemática de diabolização de tudo o que envolve Salazar não contribui para o conhecimento e é reflexo parolo do medo de discutir as questões e enfrentar intelectualmente quem defende a validade da ditadura (ao seu tempo). “Historiográficamente” deve ser esse tempo analisado e criticado mas, grande mas, usando dos pesos e medidas que lhe eram contemporâneos e não fazendo análise de sofá que tudo permite criticar sem cânones e menos ainda sem comparabilidade histórica.
    Foi um tempo de um indivíduo? Foi!
    Podia ter sido muito melhor? Sim, podia!
    Foi Salazar um mau governante? Não, pelo contrário! Goste-se ou não, que se analisem os resultados que teve e, antes que alguém deixe assomar os reflexos pavlovianos, ter sempre presente que na sua contemporaneidade pouco ou nada havia melhor (atenção que esta afirmação não é gratuita): Mais de metade do mundo vivia sob regimes torcionários a que a nossa segunda república não se compara; a tradicional bitola dos desonestos que lembram alguns países ocidentais progressitas cai perante a evidência histórica de que foram tão maus ou piores (em termos das liberdades do nosso hoje) desde aqueles que participaram nas grandes guerras aos de neutralidade assassina e mesmo após essas guerras na supressão de liberdades e perseguição de indivíduos por ideias ou crenças ou ainda, como nos países eslavos, com práticas eugénicas à revelia ou esterilização forçada de mulheres, etc.
    Estudar história económica e social qb e não ser quadrado ajuda a discutir sem precisar de ofender aquele que se crê ser pró ou contra, e isto continua a faltar.

    • Pode ser

      tanta conversa sem chegar ao fundo da questão ……vai ler a constituição….. para aprenderes…

      • Jorge Marques de Tocqueville

        Parabéns! Acaba de alcançar o estatuto de blocked user!
        Quando me aparece um menino, que gosta de mandar piropos a homens, a faculdade ditatorial de deixar de o poder “ouvir” é deliciosa. Que viva a minha ditadura!

        • oleg

          É mais uma tentativa da abrilona de apagar a História, tal como faziam em Moscovo ou como fizeram com a ponte Salazar.

          • Manolito do Algarve

            É SÓ FANÁTICOS !!!

          • ohdaguarda

            Nem mais! É a verdade nua e crua. Só por falta de coragem em discordar, se concorda com tais apagamentos. Ou por puro comodismo. Desonestidade mental.

      • AFG

        Pode ser que sejas professor de historinhas. Vai tu ler a Constituição de 1933 pelo menos do Art. 72º ao 82º e aprende.

        • Pode ser

          …hahahah …artigo 72º e 82º….. que banalidade. Vais ler melhor.

      • Manuel Carvalho 88

        Traste!!

      • Amora Bruegas

        Que parte da Constituição fabricada em 1976, sob a batuta estalinista de Álvaro Cunhal, MSoares e outros, protegidos pelo cordão de fanáticos dispostos à volta do Parlamento?

        • Pode ser

          ….essa Constituição de 1976, foi feita por quem pôde…..por ignorantes é que não foi…

          • Amora Bruegas

            Assim foi…, os ignorantes, como hoje, ficaram do lado de fora a formar barricadas à boa maneira totalitária e vermelha. Os que estavam lá dentro, sabiam o que tinham de fazer…, mas como eram pérfidos, o resultado foi mau!

      • ohdaguarda

        Só pode…mas não é.

    • M J Ferrão

      Assuma-se, deve constar da lista ou não? O artigo é sobre esta questão e não lições de ‘estória’!?

      • Jorge Marques de Tocqueville

        É mesmo importante para si saber a minha opinião? Será a sua questão uma forma de passar à frente a questão que eu levanto? E porque seria a minha opinião um assumir de seja o que for? Não seria apenas uma opinião? Dar-se-á o caso de precisar de saber a minha opinião para poder catalogar-me e seguir em frente, à luz das práticas anti-democráticas do humanismo que temos e se diz a vanguarda das liberdades? Opino no que entendo e na extensão que desejo e perante invectivas como a sua resta-me recordar-lhe que nada diz sobre a questão que levanto, e que entendo maior e mais pertinente que o sítio de uma magistratura pateta.

        • Mafurra

          Fala muito e acaba por não dizer nada…

          • Jorge Marques de Tocqueville

            Admito que nada consiga dizer que chegue ao seu entendimento. Ainda não domino a arte do monossílabo. Ainda bem que, por oposição, o seu comentário expressa tanto. Faça favor de não me voltar a ler e/ou comentar, para seu descanso.

          • ohdaguarda

            Aplausos!

    • Monhé

      A História não se apaga nem se reescreve, nem que fosse um ditador sanguinário, teria que constar na dita lista.

      • Assunção Palma

        É…só se escreve na história o que interessa a cada regime. Essa agora é nova. Não interessa, apaga-se. A verdade é que nem que fosse por uma semana a ocupar o lugar, deve constar da lista sim senhor. Quem foram os artolas que apagaram o nome de uma pessoa que fez parte da história, só pq essa pessoa foi um ditador. Ao pé de Mao Tse Tung, Fidel Castro, Mussolini, Hitler, Chavez, Maduro, José Eduardo dos Santos, Staline, o famoso norte coreano, etc…etc…ele foi um menino de coro. Quem não gosta coloque na beira do prato. A verdade é esta. Fez parte da história, deve constar da lista, nem que tenha ocupado esse cargo apenas 1 semana. E se fosse um ditador comunista tb o apagavam? Seja ditador que tipo for deve fazer parte da lista. Agora a história escreve-se não pelos acontecimentos, mas pela vontade de cada um, não? Só neste país é que se veem coisas destas.

        • Amora Bruegas

          Assunção…, acima de tudo, o que interessa, é o que cada governante faz (ou fez) em função das necessidades do povo, e das possibilidades existentes (nomeadamente financeiras e tecnológicas!)…, o resto, é conversa de mentes sujas!
          Esqueceu-se de falar nos genocidas Churchill e Eisenwhoer, que mataram milhões de pessoas! Quem sabe que o democrata inglês é responsável pela morte de mais de 3 milhões de indianos em 1943, à fome? Foi pior que muitos designados de “ditadores”!

      • Artur Mateus

        Presidente da Républica não é a mesma coisa que Ditador sendo que este ultimo “titulo” não respeita os principios de uma républica, a saber um Presidente que deve ser eleito em total liberdade de voto!

        • Jorge Marques de Tocqueville

          Então pode apagar todos os presidentes da primeira república, ou será que desconhece a história? Pensa porventura que vigorava o voto universal? Não seja pateta introduzindo critérios que a nem o dito sítio da presidência atende. Mais, e para demonstração dos seus equívocos e desconhecimento: república não equivale a democracia e isso aprende-se nos clássicos.

          • Amora Bruegas

            Bem referido e pela lógica torta do Artur, o déspota angolano Eduardo dos Santos, também não é presidente.

        • 00SEVEN

          Então nunca houve presidentes da república porque a republica nasce de um crime hediondo quando mataram o rei D. Calos e o príncipe herdeiro.
          A democracia é feita de crimes e revoluções para derrubar governos?

      • Manuel Carvalho 88

        Nem mais.

    • Manuel Carvalho 88

      Há pessoas por aqui que escrevem só para se lerem a si próprios.
      Obrigado pelo seu comentário. Haja alguém por aqui com o raciocínio lúcido.

    • Henrique

      Desconheço qualquer desonestidade da parte do Sr Oliveira Salazar…talvez por isso não o queiram em listas extensas….

      • armando

        Tenha dó das pessoas,pelo menos mais velhas então mandou matar Humberto Delgado e hoje está provado que foi dele a autoria e voçê vem com essa converssa nem é preciso apontar mais umas milhares de desonestidades então o campo de concentração do Tarrafal foi ficção tenha dó para mim chega que estas converssas são de carácácá,para não ser malcriado.

        • Amora Bruegas

          Quem matou HDelgado, foi malta do PCP e do grupo de Argel com quem ele se tinha incompatibilizado, e lhe assaltaram posteriormente o local em que vivia na Casablanca.
          Ou não sabem que depois do 25 de Abril, o Supremo Tribunal Militar reabriu uma investigação e incumbiu o presidente do comissão de extinção da PIDE-DGS de a fazer…, e o que aconteceu? o presidente, o militar Fernando Oneto foi assassinado e o relatório que ia entregar ao Tribunal, desapareceu. Não esquecer que o agente da PIDE, Rosa Casaco que chefiava a brigada que o foi esperar, NUNCA foi condenado!
          E porque havia o regime de matar alguém que estava morrendo em virtude do cancro hepático que tinha? E porque o não demitiram?
          Pode pensar o que quiser e este regime caracteriza-se pela ignorância e manipulação. Assim, NUNCA saberá dizer-nos quem é o historiador digno de crédito que acusa o Estadista de mandar matar o gen Coca Cola, que era um lambe botas.

          • Henrique

            Obrigado,entenda que só respondo a alguns….

      • Henrique

        …hoje não há estabelecimentos prisionais?…julga-se sem provas.?..a fé dos comunistas é especial…a ordem unida é bem feita…acreditam em tudo em que se lhes mandam acreditar e em Cuba ou na URSS não havia prisioneiros políticos….a Venezuela ou a Coreia do Norte vos aguarda para umas férias…

      • Amora Bruegas

        Esse, é um dos motivos…,mas há mais, a sua competência e coerência em melhorar a vida dos portugueses. Há uma OBRA que assusta os incompetentes e corruptos!

    • Paulo Gonçalves Ribeiro I

      Parabéns pelo seu excelente comentário.
      Subscrevo-o eu, que sou- sempre fui- de Esquerda, mas que defendo que a
      “History is written by the victor” , dizem mas devemos contrariar esta tendência que deturpa essa ciência.
      Sou um estudioso dos “anos de Salazar” e , como disse e bem, devemos sempre estudar os factos à luz da sua comtemporaniedade.

    • Paulo Gonçalves Ribeiro I

      Parabéns pelo seu excelente comentário.
      Subscrevo-o eu, que sou- sempre fui- de Esquerda, mas que defendo que, embora
      “History is written by the victor” , devemos contrariar esta tendência que deturpa essa ciência.
      Sou um estudioso dos “anos de Salazar” e , como disse e bem, devemos sempre estudar os factos à luz da sua comtemporaniedade.

      • Jorge Marques de Tocqueville

        Obrigado, especialmente por recordar que o rigor deve vir antes da irredutibilidade ideológica. Quanto à contemporaneidade costumo dizer que não se tem perspectiva de uma cadeira enquanto estamos sentados nela, infelizmente as ciências sociais (o seu panorama em Portugal, pelo menos) prestam-se e muito à manipulação ideológica onde o fazer ciência é relegado. Sou de direita mas não passo atestados de autenticidade/validade intelectual em função da ideologia que cada um perfilha. Boas Festas :)

    • armando

      Se Salazar devia constar da lista se calhar devia embora fosse ele a promover-se. Agora em relação á pergunta se Salazar foi mau governante? e resposta não,aí já a porca torce o rabo para mim foi se metade do mundo vivia regimes ditatoriais e torcionários outros havia que não e claramente Salazar assim o quis á conta do povo da miséria do povo mantendo-o com fome,não se esqueça que os livros que existem sobre Salazar dizem que ele almoçava todas as semanas com o Alfredo da Silva o Champalimou e outros isso diz tudo.

      • Dizer baboseiras e asneiras, nada custa, principalmente quando se vive na mais pura das ignorâncias.

        • ohdaguarda

          Os chavões do costume, típicos da ignorância…

      • Jorge Marques de Tocqueville

        Calculo que não considere os pressupostos da sua análise (a fome do povo, os almoços com os poderosos, a voluntária imposição da ditadura) como meio caminho para não reflectir e pela certa nada analisar, mas é assim que o leio. Suponho ainda que o seu acesso a factos e informação quantificada não lhe desvaneceriam esse, perdoe-me, lugar comum que ouço há décadas. Uma coisa é certa, vício seu e de muitos, para analisar criticamente Salazar não basta discorrer liricamente: ele foi o poder executivo por mais de 3 décadas (e a história desse tempo não se escreve com meia dúzia de banalidades) e existiu um ponto de partida (o triste Portugal do fim da 1ª República) e um ponto de chegada (a herança deixada a Marcelo). Quando escreve “isso diz tudo” deveria dar-se conta que apenas consegue significar que isso não diz absolutamente nada porque insiste na falácia que acima critico, o seu “isso diz tudo” é um voto de permanência na ignorância e que ensina as nossas crianças que Salazar foi um ditador e nada mais. Que triste saber o nosso que nos condena a apenas conhecer um rótulo patético (ele próprio sempre assumiu ser ditador e que não via viabilidade para Portugal sem ser em ditadura) e reduzir o saber à aparência das coisas. Não me leve a mal mas a sua interpelação simplista representa a negação do saber assim como se negaram séculos atrás as evoluções de Copérnico, Galileu ou Newton: porque teme a discussão crítica do que de bom também existiu? Claro que, para mim, foi um bom governante (o que não significa culto da personalidade ou apologia da ditadura) e já o tinha sido a meio caminho da duração do seu poder, claro que podemos discutir o que podia ter sido, claro que não espero alcançar qualquer reabilitação do indivíduo. Se é “adepto” da liberdade não o incomoda o seu tique de amputar a discussão com o “isso diz tudo” que fecha qualquer discussão?
        Dou-lhe o benefício de ser produto do tempo, já que vivemos há décadas sob uma doutrinação revisionista que nada permite discutir (é assim porque sim e pronto!), mas não queira comparar o seu convencimento (de convicção) com o meu apelo à discussão com rigor e factualidade.
        Termino confrontando-o com as suas certezas: afirma algures que se sabe que Salazar ordenou a morte de Humberto Delgado (que suponho ser seu herói) e pergunto-lhe se sabe quem foi realmente Humberto Delgado e da sua germanofilia convicta ou da sua tardia fome por democracia após ter sido décadas o mais empedernido dos pró-autocracia, como conclui que foi Salazar a maquinar o assassinato? E os assassinatos de comunistas na clandestinidade às mãos de camaradas das células ortodoxas já lhe chegaram aos ouvidos? Sabe quantos foram? Gostaria que se soubesse a bem da verdade?
        Sobre este assunto lhe digo: sempre que pensar que tem as respostas suspeite que de facto não fez as perguntas que lhe incumbiam, eu faço-as!
        Cumprimentos

    • pari-te

      Apoiadíssimo!

    • Amora Bruegas

      Parabéns pelo seu óptimo comentário… que não será do agrado de esmagadora maioria dos “democratas” nacionais, que preferem falsificar, especialmente quando já não conseguem branquear a corrupção, a incompetência que os anima, bem como o facto de muito do bem que fizeram, foi devido às EURO-ESMOLAS!

    • Henrique

      Li novamente suas ponderações….mas não posso “pontuá-lo” mais…gosto particularmente do último parágrafo..

      • Jorge Marques de Tocqueville

        Embora possa não parecer, pela rispidez de alguns dos meus comentários, sou humilde por natureza, mas não ao ponto da omissão do dever. Nessa humildade, lembro-me que ao escrever o comentário antevi ser mais insultado do que lido, e enganei-me. Agradeço o seu comentário e partilho consigo a minha certeza do que vejo crescer: pese embora toda a manipulação, distorção e revanchismo que abundam são, felizmente, cada vez mais aqueles que sendo de esquerda ou direita não abdicam da honestidade intelectual e percebem que urge fazer as pazes com o passado para melhor o julgar. Bom ano.

        • Henrique

          Há verdades que,incompreensíveis por quem esteja dominado por clichés alheios, e a viver apenas no plano emocional….obriga-nos de facto a ouvir impropérios aqui e acolá.
          Com comentários como o seu, aprendo e melhoro…
          Um 2017 de saúde e …muita paciência.

    • A. S. Carvalho

      Parece que finalmente os Portugueses começam a entender as diferenças do antes, do presente e do futuro.
      Lamentávelmente os nossos jornalistas não leem, ou não querem ler a nossa história e depois não sabem o que escrevem.
      Fico satisfeito pelo seu texto, continue…..

  • Timóteo Cavaco

    Não me parece que haja algum engano ou mesmo preconceito ideológico. Acho lamentável é um artigo deste género num jornal prestigiado, escrito por alguém que tendo a missão de informar demonstra não se ter informado o suficiente. O carácter interino com que Salazar ocupou o cargo é razão suficiente para explicar o facto de não constar na lista. A comparação com Spínola não faz qualquer sentido até porque houve outros presidentes que estiveram menos tempo em funções, como Gomes da Costa e Mendes Cabeçadas, e também fazem parte da lista. Recordo que também por inerência de funções antes da revisão constitucional de 1982 os presidentes da Assembleia da República assumiam a função de chefe de Estado interinamente sempre que o PR (neste caso Ramalho Eanes) se ausentava do país e nem por isso constam da lista de presidentes.

    • Mário Piteira

      Teófilo de Braga também substituiu Manuel de Arriaga e consta da lista. Terá isto sido um lapso?

  • António Campos Leal

    Salazar não foi Presidente da República. Era Presidente do Conselho de Ministros. O PR era Américo Tomás.
    Tanta ignorância dá textos de merda.

    • Minime

      Realmente a ignorância é muita!

    • jorge

      Deixa-te de falar merd@, ele passou pela presidência durante alguns meses. Não sabes, calas-te,

  • Mário Piteira

    Só uma nota para quem escreveu o artigo… Porque razão na lista de presidentes que enuncia apenas o Salazar ser referido apenas com um nome? Podia também ter tratado outros como Spínola, Eanes, Soares, Cavaco ou Marcelo.

  • Cipião Numantino da Boina,

    Só de verem a fotografia do botas, as salazaristas/pafiosos já ganharam o dia.

    • Stealth mode

      Cala-te anormal.

      • Cipião Numantino da Boina,

        Sim sabemos que és anormal, mas não te dizemos na cara porque não tens estrutura psicológica para viveres com isso.

  • al

    Mas que grande Kagada, este gajo veio agora da Lua ??? que eu saiba Salazar nunca foi Presidente da Republica !!! tambem vieste como “refugiado” ou lavaram-te a cabeca ???

  • Atento II

    Num país de tontos, o menos tonto foi apagado…

  • Rpacf

    A seguir a Américo Thomaz e antes de Costa Gomes, foi presidente da republica António de Spínola.

  • Born in 1960

    Parece certa gente a escrever a história da vinda do FMI a Portugal.

  • JR

    Nada melhor que os comunas para lavar a História.

  • Pedro_SLB_LX

    Se foi chefe de estado e uma vez que há República desde 1910 deve aparecer na lista. Ponto.

  • Pedro Pina Nóbrega

    É errada a comparação que fez. António de Oliveira Salazar foi de facto Chefe do Estado nos termos do §2 do art.º 80º da Constituição em vigor na altura. Mas se atender a esta norma constitucional reparará que não diz que o Presidente do Conselho assume o cargo de Presidente da República, mas sim as funções presidenciais e as atribuições do Chefe do Estado. Em lado algum se usa a terminologia de Presidente da República Interino.
    No que diz respeito a António Spínola, ele foi legitimamente escolhido pela Junta de Salvação Nacional, nos termos do art.º 5º da Lei 3/74, de 14 de Maio.
    Dá trabalho perceber porque as coisas são assim e não assado, mas essa também deve ser a função do jornalista!!!!

  • Fernanda Cordeiro

    ?! E ele foi presidente da república?! Francamente!!!

  • bombeiropt

    Estes pasquins direitolas, não perdem tempo a tentar deturpar a Historia, na tentativa de lavar a cara imunda do ditador,…. Salazar nunca foi PR!

  • Born in 1960

    O povo português gosta mesmo de corruptos. “Isaltino recebe prenda de aniversário: 7.500 assinaturas para se recandidatar à Câmara de Oeiras”.

    • Calor da Noite

      Essa lista de políticos corruptos é muito extensa e com resmas de páginas da direita à esquerda passando pelo centro….

  • Oscar Tini

    Salazar não consta como presidente da república, porque efectivamente não o foi. Foi presidente do conselho de ministros algo a que hoje chamamos de primeiro-ministro. Presidentes da República durante o estado novo, podemo contar com José Mendes Cabeçadas, Manuel Gomes da Costa, Óscar Carmona, Francisco Craveiro Lopes e Américo Thomaz. A não ser que, por uma questão de preciosismo técnico consideremos os escassos dias em que Salazar cumpriu como presidente interino. O que é certo é que faz mais sentido analiticamente considerar Salazar como um antigo primeiro-ministro de Portugal, porque presidia ao conselho de ministros e tinha a seu cargo o poder executivo.

  • pjcm

    Presidente do Conselho de Ministros
    (Presidente da República ex officio)
    (Nascimento–Morte) Retrato Início do mandato Fim do mandato Eleições Partido
    – António de Oliveira Salazar
    (interino)
    (1889–1970) Antonio Salazar-1.jpg 15 de abril de 1935 a 26 de abril de 1935
    ——
    União Nacional
    Após o termo do primeiro mandato, Carmona, devido a doença, é impossibilitado de tomar posse. Nesse período, Oliveira Salazar, como presidente do Conselho, serve como presidente da República interino até à tomada de posse de Carmona.[1][2]

  • Político Corrupto

    A esta distância, Salazar foi o único presidente, que não confundiu bens públicos, com bens privados! Pós 74, este país passou da ditadura de liberdade a escravidão fiscal…por outras palavras, de um país com pátria, a uma mera coutada de interesses, lesivos à pátria!

  • antomarce

    Outra coisa não seria de esperar, foi ou não presidente ? Deixem de ser nojentos, se formos analisar qual foi o pior presidente que tivemos enquanto república este não o foi de certeza absoluta.

  • Artur Mateus

    Para os que escrevem aqui que mesmo se foi ditador deve constar na lista, seria bom saberem que numa républica o Presidente é eleito em total liberdade de voto! Acham que era o caso na Ditadora de Salazar?

  • Maria de Fátima Silva Oliveira

    Apagou o nome do pai da lista de ministros?

  • Calor da Noite

    A história não se apaga e parece que aqueles que dizem lutar pela liberdade são os mesmos que exigem a ditadura do pensamento (tudo tem de ser feito ou pensado como eles querem).
    “O ignorante sabe tudo, o inteligente dúvida de tudo e o sábio sabe que nada sabe.”

  • Mafurra

    Não sou, nunca fui Salazarista, mas se foi Presidente da República, não interessa por quanto tempo, devia constar da lista.
    A História por mais que se queira não se apaga. Podem quanto muito mascará-la por uns tempos…

  • Helena

    História é história e é para prevalecer e dar a conhecer, não é para se excluir.
    Tantos que após o 25 deveriam ser excluidos e punidos e, andam aí à solta.

  • Revoltado

    Ouvi dizer a muita gente que naquele tempo o problema era a PIDE DGS…e não é que os meteram nos governos após o 25 de Abril? afinal fizeram o 25 de Abril para quê? não vale a pena responderem….eu sei porquê? é como a guerra nas ex colónias…sei de tudo…porque afinal fui eu que tive que perder 4 anos da minha juventude…para quê? se a guerra não era minha?..assim deixei os lugares dos bons empregos para os que vieram e eu fui obrigado a sair…espertos…hein!…Se o problema eram os Pides porque os meteram nos governos e na FP ? a troco do quê? foi acordo no 25 de Abril?

  • Artur Manuel Gomes

    Porra Jornalismo imbecil,, Salazar nunca foi presidente da Republica. como pode constar da lista,,, por acaso já verifiquei e lá esta o Americo Tomaz,, com Z

  • Dom Quixote II

    a ignorância é total … o presidente interino ou cargo interino determina um funcionário ocupante do cargo que não é o titular por direito , exerce funções interinas não é uma nomeação para o cargo . O PROF DR OLIVEIRA SALAZAR foi um ilustrissimo jurista e no cargo de Presidente do Conselho exerceu funções nomeado por uma ditadura militar que designou sempre um militar e esse sim ocupou o cargo de PRESIDENTE da REPÚBLICA .

  • antoniouoscar

    É mesmo indiscutível o que li neste dia: especialmente demonstrando a raiva a um homem que morreu sem fortuna alguma deixada: e se demonstrou o que ele liderou como a ponte do Salazar para o 25 de Abril. Nunca fui contra ou a favor de algum governante. Assisti á construção e nunca critiquei ou elogiei Agora a História de Portugal sempre teve valor quando ela era verdadeira. A história da República de 1911 até hoje sempre foi não patriota: todos eles foram uma espécie de traidores olhando só para o seu umbigo, e sempre viraram as costas ao povo sem se importar pelo bem dos cidadãos. Mas ainda existe alguns portugueses que poderão escrever tais realidades com demonstrações bem legíveis de realidades, como tambem de várias partes do mundo. Portanto deixamos passar o tempo: da qual sempre foi para alguns Monarcas a construção da sua Pátria, coisa nada semelhante o foi para os republicanos, que depois do 25 de Abril muitos deles enriqueceram pelas corrupções e hoje a divida bem volumosa a pagar com juros e mesmo assim os subsídios continua para muitos aposentados alguns com duas aposentadorias etc. A defesa da Pátria deveria ser não só pelas tropas que hoje existem só 35.000 defensores e a Economia em estado vergonhoso para quem os tem.

  • Filipe Costa

    Costa Gomes está trocado com o spinola

  • Manuel Almeida

    Ignorantes
    Aprendam história e não brinquem ao jornalismo

  • francisco feio

    A comparação com Spínola não está correta uma vez que Spínola foi efectivamente Presidente da República, designado para estas funções pela Junta de Salvação Nacional, junta esta que, entre outros poderes, assumiu interinamente as funções atribuídas ao Chefe de Estado até à nomeção do PR. A mesma junta nomeou, após a renúncia de Spínola, Costa Gomes para a Presidência. Salazar nunca foi eleito ou designado para o cargo, apenas assumiu interinamente as funções atribuídas ao Chefe de Estado como decorria da Constituição (e aqui reside a questão). Fê-lo por duas vezes: uns dias antes da tomada de posse de Carmona por doença deste e os tais 3 meses e pouco após a morte do PR até que houvesse eleições. Relembro que a actual Constituição define que quem ocupa o lugar de PR em caso de vagatura ou impedimento é o Presidente da Assembleia da República. Durante o mandato de Sampaio, quando este esteve internado devido a doença cardíaca, o Tribunal Constitucional decretou o seu impedimento temporário e Almeida Santos assumiu interinamente a presidência. Que eu saiba, também não consta da lista de presidentes nem deveria constar.

  • João Cardoso

    Salazar não está excluído da lista! Simplesmente não deve constar dela porque nunca teve a qualidade de PR. Previa a Constituição de 1933 no caso de vacatura do cargo de PR, até à realização de eleição (a realizar no prazo de 60 dias), o Governo no seu conjunto ficaria investido nas atribuições de Chefe de Estado. – Cfr artigo 80.º da CRP de 33. Ou seja, de acordo com as normas constitucionais do próprio Estado Novo o Slazar não teve nunca a qualidade de Presidente da República. De nada.

  • João Martins

    A acreditar na Wikipédia, as mesmas funções de presidente interino foram ocupadas por Salazar também em 1935, por doença de Carmona. A mesma Wikipédia lista mais uns quantos presidentes interinos, como Sidónio Pais (em 1917) e Canto e Castro (1918), que depois foram mesmo empossados como PRs, à semelhança do que acontece com Óscar Carmona. Mendes Cabeçadas e Gomes da Costa parecem ser os únicos com quem se pode estabelecer o paralelismo, já que acumulam funções como chefes de governo e estado, sem clarificação posterior. Mas, as condições de exercício da função, no caso de Salazar parecem ser claramente assumidas como transitórias, por impedimento do chefe de estado em exercício. Claro que haverá fontes históricas mais fiáveis e completas, mas um pequeno esforço de enquadramento não faria mal a ninguém.

  • Jorge Marques de Tocqueville

    Da discussão suscitada, e assaz interessante na maioria de comentários ao mérito da questão, deparei-me com uma via que postula o interino do cargo então ocupado, mais li sobre o quão óbvio resultaria para os postuladores que parecia estar acima de discussão, pasmo! Ainda assim quero acrescentar dois dados que implicam a questão e que não estão na wikipédia nem ao alcance do saber fácil que todas as discussões sana (e amputa?!):
    – a 24 de Abril de 1951 foi votada uma emenda constitucional (Lei nº 2048), suscita esse evento que nem o determinismo versado no “interino” do cargo pode ser pacífico nem sequer a realidade desse tempo foi uma mas sim duas distintas…
    – a documentada correspondência entre Salazar e Marcelo permite observar que ambos discordariam dessa mesma emenda mas a aceitavam como natural emanação da Assembleia Nacional (embora isto por si belisque a candura do termo ditadura, quando se pretende que o Ditador tudo controlava).

    Para que não seja estéril este contributo transcrevo abaixo parte da emenda constitucional e desafio a que se encontre o termo interino:
    “Artº80ª, 2º,
    Enquanto se não realizar a eleição prevista neste artigo ou quando por qualquer outro motivo houver impedimento transitório das funções presidenciais, ficará o Presidente do Conselho investido nas atribuições de Chefe do Estado, conjuntamente com as do seu cargo.”

    Saberemos distinguir interinidade de inerência? E da interinidade não se diria que é uma vacatura em que não se exercem plenos poderes? Se o é onde está a delimitação desses poderes no quadro legal que vigorava?
    Tenho dito.

    • Aero

      Assim sendo não deveria haver lugar para dúvidas teve legalmente investido e as atribuições de Chefe do Estado ou seja a Presidencia da República!
      Certo é que este regime marginalizou, proibiu e afastou do direito a ser eleito e participar da camlanha eleitoral boa parte dos cidadãos que votavam na proibida União Nacional ao sem defenir o que isso seja ou o seu alcance todos os que auizer apelidar de fachistas!

    • oscar

      Disse muito bem, todavia em que ficamos?
      Pode-se, ou não, considerar que Oliveira Salazar foi presidente da república?
      Estando a constituição em vigor, o presidente teria de ser eleito, pelo que Salazar não se tendo submetido a eleições ocupou o cargo provisória e interinamente, não tendo tomado posse e exercendo as funções sob lei da Assembleia Nacional, mas não sendo titular do cargo.

      Por não perguntamos ao Prof. Marcelo Rebelo de Sousa?

      Eis uma bela discussão de lana caprina!

  • Aero

    A maior vergonha é termos de viver num regime que nem é capaz de enfrentar a verdade ou aceitar que o povo tenha o direito de votar livremente pois ao considerar como fachistas todos os partidos que clnstituiam a antiga União Nacional marginalizou e destruiu a tal liberdade de voto que apregoa e proibiu na própria constituição a existencia legal de tais partidos. Assim sendo e atendendo a que os resultados tem sido um enorme desastre temos a ideia clara do tipo de regime que temos!

  • JPTuga

    Continuam a ter medo do homem?
    Já levamos quase tanto tempo de Democracia como de Ditadura.
    Com “rios” de dinheiro a chegarem de Europa há largos anos, têm feito pouco e roubado muito.
    Ainda o “papão” do Salazar?

  • Maria Ivone Melo Ferreira

    Mesmo no Estado Novo o presidente tinha de ser eleito.

    • oscar

      Ainda que as eleições fossem uma fraude.

  • Maria Ivone Melo Ferreira

    Falta de tema de notícias pelo que vejo!

  • Amora Bruegas

    De acordo com o texto, embora considere lamentável, nomeadamente pela analogia com o Gen. Spínola, não me espanta pois este regime tens caracterizado pela mentira, inveja, incompetência e muuuita corrupção que tudo falsifica, nomeadamente uma mente honesta…. e não as temos ou estão amordaçadas!
    Afinal, quem é o actual presidente deste reviralho? Uma moeda de duas caras, que condecora desertores…, querem pior? É difícil!

  • Artur Santos Torres

    PORTUGAL NO SEU MELHOR!
    :-D :-D :-D

  • Fernando Bello

    O Professor Salazar, que morreu há mais de 47 anos, continua a impor respeito e medo à esquerdalha deste País. Eles lá sabem porquê! E ele também sabia porque os mantêr `a distância. Veja-se o resultado que deu dar acesso ao poder a toda a cambada de incompetentes, corruptos e vivaços em que o país se tornou fértil.

  • YPYRANGA

    O General António Spínola não tomou posse como PR?
    Ou herdou-o pela mão do Exmo. Professor Doutor Marcelo Caetano?
    O Presidente do Conselho de Ministros ou Primeiro Ministro Professor Doutor António Salazar não exerceu o cargo por inerência?
    Hoje por hoje escreve-se muita burrice para vender papel. N’é?

    • Stealth mode

      Comentário da bosta disfarçada com pronúncia de preto ou de brasuca.

      • YPYRANGA

        Grande comentador!!!
        Tem mija nos miolos que fedem.

      • YPYRANGA

        Dar importância a um camelo só no deserto.

      • YPYRANGA

        Na generalidade, quando não há capacidade de argumentação, insulta-se e fica-se feliz, com pouco, muito pouco.

  • JR

    Não interessa se foi Presidente. Interessa é que foi o maior Estadista que Portugal teve. Patriota e Nacionalista. O resto é conversa fiada de comuna.

  • Carlos Moreira

    Escrevam lá o nome do Presidente A.O.S. e coloquem (interino) pois só o valoriza . Promoveu eleições para outro ser eleito Presidente ou não ?
    Factos de 1951 são isso mesmo: factos. E cumpriu a Constituição em vigor na época !

  • António Florindo

    E, assim, se vai escrevendo, discriminatoriamente, segundo as suas conveniências e ideias políticas minoritárias, a história de Portugal, a belo prazer de quem a escreve e segundo as suas conveniências político/partidárias. Sim senhor, é tudo gente “séria”, em quem se pode “confiar”, como é hábito dos políticos, em Portugal, a começar pelo Presidente da República, Marcelo R. Sousa que, pelo menos, para não dizer outra coisa pior, permite estas mentiras de Estado!

  • Fernando Silva

    É uma mentira histórica, os factos , sejam eles quais forem, não se podem apagar…como o caso da ponte salazar que nada tem a ver com o 25 de Abril, mas com a ditadura. Apagar a história é ser pior que quem a faz e não apagará nada , em realidade tarde ou cedo tudo é reposto no seu verdadeiro sítio.

  • IS

    A História pode ser ignorada, mas não pode ser apagada.