Será este o autor da explosão no metro de São Petersburgo?

Autoridades russas acreditam que se terá tratado de um ato terrorista, depois de terem sido confirmada a existência de uma segunda bomba que não chegou a explodir.

A imprensa russa está a divulgar a imagem de um homem de origem islâmica que se acredita tratar do presumível autor da explosão desta segunda-feira no metro de São Petersburgo. O indivíduo terá recorrido a uma bomba de fabrico caseiro, com pregos no seu interior, para vitimar o máximo número possível de pessoas numa das linhas mais movimentadas da segunda maior cidade russa.

O homem de barba e chapéu, alegadamente de origem islâmica, terá dado entrada no metro de São Petersburgo vinte minutos antes de ocorrer a explosão. As autoridades acreditam que o suspeito terá largado na carruagem do metro uma mala que continha cerca de 300 gramas de trinitrotolueno, um explosivo frequentemente conhecido como TNT.

Segundo a agência de notícias russa Interfax, o bombista não morreu durante a explosão.

Entretanto, o número de mortos voltou a subir, depois do Comité Nacional Antiterrorista russo o ter revisto em baixa, para os 11 e contabilizam-se dezenas de feridos, entre eles crianças. As autoridades russas acreditam que se terá tratado de um ato terrorista, depois de terem sido confirma a existência de uma segunda bomba que não chegou a explodir.