Sem leite nem açúcar, gelataria recordista do Guiness (gerida por português) obrigada a fechar portas

Espaço foi inaugurado por um português radicado na Venezuela e o seu encerramento retrata de forma fiel as dificuldades que se vivem neste país.

A história conta-se no jornal online El Economista e retrata bem as dificuldades que se vivem na Venezuela por estes dias. A gelataria de Manuel da Silva, um comerciante português de 86 anos radicado na cidade de Mérida, é recordista do Guiness por oferecer mais de 800 sabores diferentes mas foi obrigada a fechar portas pela falta de açúcar e leite.

“Fizemos um esforço, aguentámos até onde pudemos mas chegou o momento em que não é possível resistir mais”, disse à agência AFP o genro de Manuel de Silva, encarregado da gelataria há quase vinte anos.

Esta gelataria começou apenas com quatro sabores tradicionais mas o comerciante português foi desenvolvido alguns sabores menos comuns de encontrar em gelados como carne, peixe, alho, cebola. A gelataria entrou para o Guiness em 1991 com 368 sabores e revalidou o recorde em 1996 com 591 sabores. A lista cresceu até chegar aos 860 sabores mas não será acrescentado mais nenhum sabor à extensa lista desta gelataria.



Mais notícias