Secretaria do Ambiente diz que dívida do Funchal à ARM subiu 73%

A Secretaria Regional afirma que a dívida da autarquia à Águas e Resíduos da Madeira (ARM) passou de 11,6 para 20,1 milhões de euros entre outubro de 2013 e dezembro de 2017.

A Secretaria Regional do Ambiente diz que a dívida da Câmara Municipal do Funchal à Água e Resíduos da Madeira (ARM) subiu dos 11,6 para os 20,1 milhões de euros entre outubro de 2013 e dezembro de 2017 o que representa uma subida de 73%.

Nesse período esclarece a Secretaria Regional, que tem a tutela da empresa, a dívida da autarquia à ARM passou de 7,9 para os 9,6 milhões de euros nos serviços de água e de 3,7 para os 10,5 milhões de euros nos resíduos.

Apesar desse aumento a ARM volta a reiterar a sua disponibilidade em encontrar um acordo de regularização da dívida.

De referir que o Governo Regional mandou executar fiscalmente, pelas dívidas da autarquia à ARM, no valor de 15 milhões de euros.

O PS, na passada segunda-feira, já tinha reagido a este anúncio acusando o executivo madeirense de utilizar a Autoridade Tributária como “arma política”.

Na terça-feira foram divulgados, no DN Madeira, cheques que comprovavam o pagamento por parte da autarquia de 10,7 milhões de euros à ARM. A presidente da empresa, Nélia Sousa, esclareceu, em conferência de imprensa que 10,1 milhões de euros diziam respeito a serviços de água e os restantes aos resíduos.

Nélia Sousa confirmou ainda, na terça-feira, que o acordo entre a empresa e a autarquia relativamente ao pagamento das dívidas da água tem vindo com “mais ou menos atrasos a ser cumprido” mas que a empresa “não recebe desde abril de 2017 um euro” dos serviços de resíduos prestados pela ARM ao município.






Mais notícias
PUB
PUB
PUB