Samsung investe 5,8 mil milhões de euros na China

A Samsung prepara-se para investir 5,8 mil milhões de euros na produção chinesa de memória flash para smartphones e outros modelos, numa altura em que a sua rentabilidade ultrapassou a da Apple.

A Samsung Electronics Co., o maior construtor mundial de chips de memória, anunciou esta segunda-feira pretender investir 5,8 mil milhões de euros na sua fábrica chinesa de Xi’an para aumentar a produção de memória flash, com o intuito de ir ao encontro do aumento da procura pela memória NAND utilizada por smartphones e outros aparelhos. O projeto de investimento tem um prazo de execução de três anos.

Recorde-se de que a performance da Samsung na área dos chips de memória levou os ganhos da empresa sul-coreana a um recorde no último trimestre, o que fez com que conseguisse ultrapassar a Apple no que respeita a rentabilidade. O anúncio chega apenas dias depois de um tribunal de Seul ter condenado o vice-presidente da empresa, Jay Y. Lee, a cinco anos de prisão pelo seu papel num escândalo de corrupção.

A memória NAND é utilizada em vários aparelhos, de smartphones a eletrodomésticos conectados, passando por cartões de memória e flash drives. Atualmente, de acordo com a Bloomberg, a Samsung detinha (em março) cerca de 41% do mercado NAND, mais do dobro da Toshiba, que controlava 18%, e foi a responsável por desenvolver esta tecnologia. A empresa sul-coreana é também a maior produtora mundial de memória DRAM (Memória de Acesso Aleatório Dinâmico), com cerca de 44% das vendas.





Mais notícias