Salário mínimo sobe em janeiro, mas portugueses continuam a ser dos europeus mais mal pagos

Portugal e Espanha vão aumentar o salário mínimo em 2018, ainda assim os números ficam muito longe do que é pago nos países mais desenvolvidos.

Reuters

O Salário Mínimo Nacional (SMN) vai aumentar para 580 euros a partir de janeiro de 2018, o que representa uma subida de 23 euros face aos atuais 557 euros. Apesar do aumento de 4,1%, Portugal continuará a na cauda da Europa. Pior mesmo só nos países do antigo bloco de Leste e na Turquia.

Portugal não está sozinho. A Grécia e a Espanha figuram igualmente no grupo dos países com remuneração mínima muito inferior à que é paga nos países desenvolvidos. Em Espanha, governo e parceiros sociais assinaram às portas do Natal um acordo para aumento do salário mínimo para 850 euros em 2020. Atualmente nos 707,6 euros, o mínimo subirá, no próximo ano, para 735,9 euros, em 14 pagamentos.

Na Europa, o Luxemburgo é campeão, pagando 1.998,6 euros mínimos. Na Alemanha , a remuneração mínimo é de 1.498 euros, em França de 1.480, euros, na Bélgica de 1.562,6 euros e na Irlanda de 1.563 euros. Na cauda do pelotão está a Bulgária com uns escassos 235,2 euros. Fora dos fronteiras da União Europeia, os números são ainda mais magros, com a Moldávia abaixo de todas as fasquias: 46,6 euros.






Mais notícias
PUB
PUB
PUB