Reino Unido disposto a pagar fatura de 40 mil milhões de euros pelo Brexit

A revelação foi feita por fontes do executivo britânico ao jornal britânico 'The Sunday Telegraph'. Theresa May estará, alegadamente, a preparar uma proposta para levar a Bruxelas, propondo pagar menos 20 mil milhões de euros do que os exigidos pelo bloco europeu.

Stefan Wermuth/REUTERS

O Reino Unido garantiu este domingo estar disposto a pagar uma fatura de 36 mil milhões de libras (40 mil milhões de euros) para abandonar a União Europeia (UE). A quantia, no entanto, fica abaixo da exigida por Bruxelas, que pede 60 a 100 mil milhões de euros para fazer frente as compromissos económicos assumidos por ambas as partes antes da primeira-ministra britânica, Theresa May, acionar o 50º artigo do Tratado de Lisboa.

A revelação foi feita por fontes do executivo britânico ao jornal britânico ‘The Sunday Telegraph’. Theresa May estará, alegadamente, a preparar um diploma com a proposta para levar a Bruxelas, na próxima ronda de negociações do processo do Brexit com a UE, propondo pagar menos 20 mil milhões de euros do que os exigidos pelo bloco europeu.

“Sabemos que a atual posição da União Europeia está nos 60 mil milhões de euros, ainda que o seu verdadeiro limite seja 50 mil milhões. O nosso está mais próximo dos 30 mil milhões, mas podemos chegar a um terreno comum nos 40 mil milhões, ainda que a opinião pública e a classe política ainda não estejam convencidas”, afirmou fonte do Governo britânico ao jornal britânico ‘The Sunday Telegraph’.

última ronda de negociações terminou sem acordo de parte a parte. Londres e Bruxelas divergem em três questões que o bloco europeu considera prioritárias: os direitos dos cidadãos, a questão de qual custará o processo de saída do Reino Unido da UE e a fronteira na Irlanda do Norte. As negociações devem estar concluídas no ontono de 2018, sendo o acordo assinado e retificado antes da data limite, estipulada para 29 de março de 2019.

 



Mais notícias
PUB
PUB
PUB