Quedas das energéticas e BCP empurram PSI 20 para o vermelho

Os investidores na bolsa portuguesa mostram-se mais cautelosos depois de ter sido revelado que o Governo quer cortar 170 milhões de euros nas faturas da luz já no próximo ano, o que vai afetar as produtoras de energia em Portugal, especialmente a EDP.

Paulo Whitaker/Reuters

A bolsa nacional abriu sessão desta quinta-feira a negociar com perdas, pressionada pelas desvalorizações do BCP e da EDP. O principal índice português, PSI 20, negoceia a perder 0,14% para os 5.161,44 pontos.

A Sonae Capital é a cotada com maiores perdas, ao cair 2,30% para os 0,764 euros, seguida de perto pelo BCP. O banco liderado por Nuno Amado recua 1,31% para os 0,211 euros.

No setor da energia, a EDP cai 0,75% para os 3,319 euros, a EDP Renováveis desvaloriza 0,47% para os 7,047 euros e a REN resvala 0,36% para os 2,750 euros. No setor do retalho, a Sonae está também em queda, a perder 0,01% para os 0,960 euros.

Em contraciclo, estão a Galp Energia, a somar 0,89% para os 14,225 euros, a Jerónimo Martins (0,73%) e a Altri (0,29%).

Os investidores na bolsa portuguesa mostram-se mais cautelosos depois de ter sido revelado esta quinta-feira que o Executivo socialista de António Costa vai avançar com a revogação do despacho que permitiu aos produtores de eletricidade recuperarem custos com a cobrança da tarifa social e contribuição extraordinária sobre o setor energético (CESE). A medida foi publicada ontem em Diário da República e prevê um corte de 170 milhões de euros nas faturas da luz já no próximo ano.

O anúncio fez recuar as empresas de produção de energia, especialmente a EDP, que é líder em Portugal. As ações da empresa que dispararam para máximos de setembro de 2015 na sessão de ontem, depois de rumores de uma alegada fusão com a Gas Natural, invertem agora a tendência positiva.

Esta quinta-feira, são também aguardados os dados da atividade turística relativos ao mês de julho, que serão divulgados pelo Instituto Nacional de Estatística (INE).



Mais notícias
PUB
PUB
PUB