Que lições retirar dos últimos ciberataques, segundo os especialistas

Ataques mostraram que a utilização de versões mais antigas é maior do que calculado, sendo o Windows XP o terceiro sistema mais utilizado.

Os ciberataques que ocorreram na última sexta-feira indicaram que existem várias versões do Windows que deixaram de receber updates de segurança, noticia a Exame.com.

As versões Windows XP, Windows 8 e Windows Server 2003 são exemplos das versões que recebem atualizações do software com menor frequência.

“Estamos a tomar um passo muito pouco usual de provisionar um update de segurança para proteger todas as plataformas Windows”, indicou a Microsoft, citada pela Exame.com.

Os ataques mostraram que a utilização de versões mais antigas é maior do que calculado, sendo o Windows XP o terceiro sistema mais utilizado.

 

Mais notícias