“Qualquer país estaria satisfeito com este investimento”. Combes responde a Costa

Em conferência de imprensa, Michel Combes revela os planos da Altice para a Média Capital e responde às críticas de António Costa.

Cristina Bernardo

Michel Combes, CEO do Grupo Altice, revela, em conferência de imprensa que a união das telecomunicações com os media era um sonho antigo do grupo, agora concretizado com a compra da Média Capital.

Ao mesmo tempo, o responsável máximo do grupo declara que a estratégia da Altice para a Media Capital é idêntica à da PT, ou seja, fazê-la crescer e desenvolver o negócio.

Para tal, Os primeiros investimentos serão na área digital, área em que a Média Capital está já a fazer, mas que a Altice acha poder melhorar, com o seu know-how na área.

Da mesma forma a intenção é fazer crescer o portefólio da Media Capital, com o desenvolvimento de novos canais para novas plataformas.

O terceiro pilar da estratégia é a internacionalização da Media Capital, usando os canais de distribuição da Altice em todo o mundo, conseguindo alcançar mais comunidades portuguesas.

Além disso, a Altice pretende aproveitar a forte capacidade de produção na media capital e alavancar essa capacidade e os talentos lusos, na produção de outros conteúdos nos restantes canais do Grupo.

Quanto à distribuição, a Altice afirma que não restringirá os conteúdos da Media Capital aos seus clientes, tendo intenção de transmitir na concorrência, para alcançar o máximo de público.

Em conferência de imprensa, Michel Combes responde às críticas feitas por António Costa, explicando que a Altice está muito contente com o investimento que está a fazer no país, tanto com a compra destas duas empresas como com o investimento na fibra ótica em Portugal. E diz que “qualquer país estaria satisfeito com este investimento”.