Purificador de 60 metros vai limpar o ar numa das cidades mais contaminadas da China

Xian, uma das cidades mais contaminadas da China, vai ter um ar mais respirável, graças a esta chaminé colossal.

Uma chaminé de 60 metros de altura realça-se num autêntico ‘mar de edifícios’ de grande altura em Xian, uma das cidades mais contaminadas da China, com o objetivo de tornar o ar mais respirável, escreve o El Economista. Esta cidade tem cerca de nove milhões de habitantes e é uma das mais contaminadas de todo o país.

Este sistema purificador do ar exterior, impulsionado pelo sol, filtra as partículas nocivas e injeta o ar limpo nos céus desta cidade chinesa. O El Economista cita um comunicado da Academia de Ciências da China, onde é mencionado que num artigo da Nature, os cientistas que conceberam o protótipo realçam que este sistema poderá reduzir significativamente a contaminação nas áreas urbanas da China e outras localidades.

Os primeiros resultados, que ainda não foram publicados, são prometedores, de acordo com o líder do projeto e engenheiro químico do Laboratório de Química e Física da Academia de Ciências da China em Xian, cidade localizada na China central. Desta equipa de investigadores fazem ainda parte David Pui, na Universidade de Minnesota (EUA) e Wenquan Tao da Universidade Xi’na Jiaotong, China.




Mais notícias
PUB
PUB
PUB