PSI20 fecha em ligeira alta sustentado pela NOS e CTT

Tensões geopolíticas levam praças europeias a encerrar com resultados pouco favoráveis.

O índice nacional encerrou em ‘ligeira alta’, a valorizar 0,06% para 4.966,73 pontos, sustentada essencialmente pelos ganhos da NOS, que valorizou 1,45% e do serviço postal nacional, que subiu 0,89%.

A encerrar com resultados positivos estão os títulos da construtora Mota-Engil e Pharol. O BCP ganhou 0,11% para 0,18 euros. A Pharol ganhou 10% com os investidores expectantes em relação à recuperação judicial em curso da empresa da qual detêm participações, a brasileira Oi.

Na energia todas as cotadas fecharam no ‘vermelho’. A EDP perdeu 0,50%, a REN caiu 0,90% e a EDP Renováveis encerrou inalterada. A retalhista Jerónimo Martins tombou 0,51% para 16,67 euros.

A petrolífera Galp caiu 0,24%. Sonae e Sonae Capital recuaram 0,54% e 0,23% respectivamente.

Na Europa, as tensões geopolíticas levaram as praças a resultados pouco favoráveis.

Mais notícias
PUB
PUB
PUB