PSI 20 abre no verde pela terceira sessão consecutiva à espera de Yellen

Os investidores mostram-se otimistas no dia em que a presidente da Reserva Federal norte-americana (Fed), Janet Yellen, fará a uma nova intervenção diante do Comité de Serviços Financeiros da Câmara dos Representantes, para explicar qual o caminho a seguir no que toca à evolução económica e política monetária.

Athar Hussain/Reuters

O principal índice português abriu sessão desta quarta-feira a subir pela terceira sessão consecutiva, impulsionado pelas negociações no setor do retalho e da energia. O PSI 20 segue a subir 0,65% para os 5.208,87 pontos, acompanhando a tendência positiva nas praças acionistas europeias.

A Sonae, líder do setor retalhista, é a cotada que mais sobe: 1,57% para os 0,968 euros. A acompanhar os ganhos no retalho está também a rival Jerónimo Martins, que ganha 0,77% para os 17,570 euros.

O setor da energia está também em alta, com a Galp Energia a somar 1,29% para os 13,310 euros, num dia marcado pela subida dos preços do petróleo. O brent soma 1,64% para os 48,30 dólares e o crude negoceia a ganhar 1,89% para os 45,91 dólares. Também a EDP está a valorizar 1,40% para os 2,897 euros, a EDP Renováveis a subir 0,16% para 6,859 euros e a REN a registar ganhos de 0,37% para os 2,707 euros.

A contribuir para os ganhos ligeiros estão ainda o BCP que sobe 0,99% para os 0,244 euros e os CTT que ganham 0,72% para os 5,429 euros.

Em contraciclo, as ações do NOS desvalorizam 0,57% para os 5,241 euros, acompanhadas pelas quedas na Novabase (-0,06%).

Na Europa, as congéneres europeias negoceiam com ganhos. O DAX, principal índice alemão, sobe 0,43%, o CAC francês soma 0,64%, o espanhol IBEX valoriza 0,42% e a praça britânica FTSE 100 negoceia a subir 0,75%.

Os investidores mostram-se otimistas no dia em que a presidente da Reserva Federal norte-americana (Fed), Janet Yellen, fará a uma nova intervenção diante do Comité de Serviços Financeiros da Câmara dos Representantes, para explicar qual o caminho a seguir no que toca à evolução económica e política monetária. Esta será a primeira de duas intervenções, sendo que a outra acontecerá esta quinta-feira.

O banco central norte-americano divulga também esta quarta-feira o “Livro Bege”, com relatórios económicos dos doze distritos abrangidos pelos bancos regionais da Reserva Federal dos Estados Unidos.

No mercado cambial, o euro desvaloriza 0,08% para 1,14 dólares e a libra regista perdas de 0,22% para 1,28 dólares.



Mais notícias