PSD mantém candidato. André Ventura diz que não é racista mas não retira o que disse

Candidato diz que sempre conviveu "bem com pessoas de várias raças ou etnias”. O PSD, através do líder da concelhia do partido em Loures, Ricardo Andrade, sinalizou satisfação com os esclarecimentos feitos pelo candidato e garantiu que o mesmo continuará na corrida às autárquicas, segundo o Público.

Foto: Facebook PSD Loures

O candidato do PSD/CDS à autarquia de Loures, André Ventura, já reagiu à polémica do dia e recusa qualquer acusação de racismo.

“Boa parte das pessoas que fica muito incomodada quando são denunciadas estas situações nunca se deslocou a algumas dessas zonas e não tem ideia do ‘barril de pólvora’ que lá se vive diariamente”, diz André Ventura, citado pelo Público.

O candidato diz, ainda, que sempre conviveu “bem com pessoas de várias raças ou etnias”. O PSD, através do líder da concelhia do partido em Loures, Ricardo Andrade, sinalizou satisfação com os esclarecimentos feitos pelo candidato e garantiu que o mesmo continuará na corrida às autárquicas, segundo o jornal.

André Ventura, candidato à Câmara de Loures pelo PSD, com apoio do CDS, deu uma polémica entrevista o jornal i, onde falou dos ciganos como uma etnia que “vive quase exclusivamente de subsídios do Estado “, acrescentando que “acham que estão acima das regras do Estado de direito”.

Depois destas declarações polémicas, várias personalidades políticas exigiram que Pedro Passos Coelho se demarcasse de André, assim como um dirigente do CDS sugeriu que se rompesse a coligação na Câmara de Loures.





Mais notícias
PUB
PUB
PUB