Prestações do crédito à habitação podem baixar já em setembro

Há quase dois anos - desde final de 2015 - que as taxas Euribor negoceiam em terreno negativo, o que tem tido um impacto favorável para clientes com prestações indexadas a taxas de juro variáveis. A descida no próximo mês pode beneficiar clientes com crédito indexado à Euribor a seis meses.

Cristina Bernardo

Quem tem um crédito à habitação indexado à Euribor a seis meses pode ver o valor da prestação da casa baixar já no próximo mês. De acordo com os cálculos feitos pela Deco/Dinheiro&Direitos para a agência Lusa, um cliente que tenha um empréstimo de 150 mil euros a 30 anos, indexado à Euribor a seis meses com um spread de 1%, poderá pagar 463,95 euros a partir de setembro.

A diferença é de 2,08 euros em relação ao que é pago atualmente, valor que foi revisto pela última vez em março. Apesar das boas notícias para clientes com crédito indexado à Euribor a seis meses, contratos com Euribor a três meses não deverão sofrer alterações.

No mesmo exemplo, do empréstimo de 150 mil euros, mas indexado à Euribor a três meses, o cliente teria 460,13 euros a pagar, o mesmo desde a revisão, em junho. A média mensal da taxa Euribor a seis meses em agosto foi de -0,272%, enquanto a três meses foi de -0,329%.

Há quase dois anos – desde final de 2015 – que as taxas Euribor negoceiam em terreno negativo, o que tem tido um impacto favorável para clientes com prestações indexadas a taxas de juro variáveis. No entanto, as taxas Euribor, tanto a três como a seis meses, sofreram uma ligeira subida em agosto, mas que não foi suficiente para fazer subir a prestação a pagar ao banco.





Mais notícias