Preço do barril Brent cai abaixo dos 65 dólares pela primeira vez desde dezembro

Crude do Mar do Norte, de referência na Europa, terminou a sessão no International Exchange Futures a cotar 74 cêntimos dos 65,55 dólares com que fechou as transações na quarta-feira.

O preço do barril de petróleo Brent, para entrega em abril, encerrou hoje no mercado de futuros de Londres em baixa de 1,12%, para os 64,81 dólares, caindo abaixo dos 65 dólares pela primeira vez desde dezembro.

O crude do Mar do Norte, de referência na Europa, terminou a sessão no International Exchange Futures a cotar 74 cêntimos dos 65,55 dólares com que fechou as transações na quarta-feira.

Pela quinta sessão consecutiva, o Brent fechou em baixa, o que os analistas atribuíram a um receio renovado com um excesso de oferta no mercado, depois de a produção nos EUA ter alcançado máximos históricos.

Nas duas últimas semanas, o barril de crude europeu perdeu 9,07%, desde que em 25 de janeiro atingiu os 71,28 dólares, a sua cotação mais elevada desde 2014.

As reservas do primeiro consumidor mundial de crude aumentaram na semana passada em 1,9 milhões de barris, ao passo que a sua produção atingiu os 10,25 milhões de barris por dia.

“Os investidores estão preocupados com o excesso de oferta”, assinalou David Madden, analista da empresa CMC Markets, por as últimas informações “mostrarem que as reservas dos EUA aumentaram e que a produção alcançou um recorde histórico”.

Por outro lado, o aumento das importações pela China, conhecido hoje, “não foi suficiente para equilibrar esses receios”.

Já hoje de manhã, o Brent abriu nos 65,47 dólares, ou seja, 0,12% abaixo da abertura da véspera.




Mais notícias
PUB
PUB
PUB