Portuguesa ITSector reforça presença em novos mercados africanos

Tecnológica pretende expandir a marca para o Uganda, Tanzânia, Gana e Países da Comunidade de Países de Língua Portuguesa (CPLP).

A ITSector, tecnológica portuguesa, com sede no Porto, que trabalha no desenvolvimento de software orientado para o setor financeiro, vai reforçar a sua presença no continente africano e prepara-se para explorar novos mercados em 2017. Nos quatro [mercados africanos] em que está presente atualmente – Angola, Moçambique, África do Sul e Quénia, a faturação global da empresa atinge cerca de 20%.

Para 2017, o plano de expansão da marca prevê uma expansão para outros países de África, nomeadamente, Uganda, Tanzânia, Gana e países da CPLP.

A presença em África é justificada pela forte apetência para a banca africana em “apostar na digitalização e na inovação”, refere Filipe Catalão, responsável pela região de África da ITSector, em comunicado. Para além de que o “público africano tem vindo a demonstrar uma cada vez maior abertura para a utilização de novas tecnologias”, reforça.

A ITSector marcou presença, nos dias 14 e 15 de março, na Cidade do Cabo,em África do Sul, onde participou na Seamless, a maior feira dedicada a pagamentos, e-commerce e retalho, onde  realizou uma demonstração do funcionamento de uma app mobile capaz de simular e contratar crédito em tempo real.

Fundada em 2005 e focada no fortalecimento dos laços com África, a ITSector detém uma parceria estratégica com a CPC África, empresa nos setor das tecnologias da informação que pretende acrescentar valor aos serviços prestados aos seus Clientes, possibilitando-lhes uma maior expectativa ao nível da sua  produtividade.

A ITSector possui quatro centros de competências “nearshore” instalados no porto, Lisboa, Braga e Aveiro. No último ano, a empresa implementou mais de 200 projetos em diversos países europeus e africanos e inaugurou, em dezembro passado, o  4º Centro de Tecnologias Avançadas em Aveiro.

 

Mais notícias
PUB
PUB
PUB