Portugal Ventures investe na sustentabilidade do planeta

A Rigger é uma startup fundada por uma equipa de três engenheiros que desenvolveu a plataforma Trigger.Systems para controlar sistemas de rega de uma forma automática e mais eficiente.

A Rigger passa a integrar a carteira de investimentos da Portugal Ventures na área da Indústria 4.0 com um primeiro investimento na empresa de 100 mil euros, o qual poderá ascender a um total de 500 mil euros mediante cumprimento dos objetivos estabelecidos.
A empresa fundada em janeiro de 2017 com sede no Fundão, é uma startup tecnológica focada no desenvolvimento e aplicação de modelos de inteligência que permitem controlar sistemas automaticamente.
A plataforma Trigger.Systems que foi desenvolvida pela Rigger permite o controlo remoto de utilização de água com poupanças de 45% do consumo, sendo particularmente relevante para o setor agrícola e entidades que gerem espaços verdes de grande dimensão.
Os cerca de 2000 dispositivos que atualmente já estão a ser controlados pela Trigger.Systems, em clientes como a Câmara Municipal de Lisboa, do Porto e de Oeiras, a Fundação Calouste Gulbenkian e o Grupo Sovena, são o ponto de partida para a meta de 30.000 dispositivos definido pela Rigger para os próximos 12 meses.

“O investimento da Portugal Ventures vai ser fundamental para dotar a equipa de mais elementos especializados na área de controlo de sistemas, e assim estarmos preparados para os desafios que se avizinham”, revela Francisco Manso, co-fundador e CEO da empresa.

Já Celso Guedes de Carvalho, CEO da Portugal Ventures refere que “o recente investimento na Rigger é muito relevante dado que vai permitir que mais clientes tenham acesso a ferramentas que otimizam recursos, contribuem para uma significativa redução de custos e para a sustentabilidade do planeta. Estima-se que cerca de 300 milhões de hectares em todo o mundo necessitem de sistemas de rega, sendo este um dos principais fatores para a aposta nesta plataforma e na sua internacionalização”.



Mais notícias