OCDE: Portugal é o 33º país menos competitivo em políticas fiscais

A liderar a tabela dos países com melhor classificação no que toca às políticas fiscais estão a Estónia, Nova Zelância, Letónia, Suiça, Suécia, Países Baixos e Luxemburgo. Pior do que Portugal só Itália e França.

Entre 35 países da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico (OCDE), Portugal ficou em 33º lugar na competitividade fiscal. Pior do que Portugal, só Itália e França. As conclusões são do relatório “Índice de Regulación Fiscal 2016-2017”, elaborado pela Tax Foundation, que visa medir a competitividade das políticas fiscais.

Segundo os parâmetros analisados, Portugal regista maior competitividade nos impostos sobre a propriedade (20º lugar) e no tratamento de tributação de benefícios internacionais (29º lugar). No que concerne ao IRC, ocupa o 30º lugar e o IRS o 31º lugar.

Antes de Portugal e nos últimos cinco lugares surgem, ainda, Estados Unidos e Grécia. A liderar a tabela dos países com melhor classificação no que toca às políticas fiscais estão a Estónia, Nova Zelância, Letónia, Suiça, Suécia, Países Baixos e Luxemburgo.



Mais notícias
PUB
PUB
PUB