Portugal e Espanha avançam com nova ligação ferroviária de mercadorias

Objetivo passa por aumentar a capacidade de transporte de mercadorias e diminuir o tempo, com o intuito de desenvolver mais uma alternativa competitiva ao transporte de mercadorias.

caminhos_ferro_linhas_comboio_1

A Infraestruturas de Portugal adjudicou quatro empreitadas de obras que vão unir Évora a Elvas, Caia e Madrid, noticia o El Economista.

A ligação prevista no Plano Estratégico de Transportes e Infraestruturas (2014-2020), inclui a conclusão da ligação Sines, Setúbal, Lisboa, Évora, Elvas, Caia e Madrid, cujos concursos foram lançados em 2015. A conclusão da construção do trecho esteve parada durante vários meses por dificuldades de financiamento, estando previsto um custo de 700 milhões de euros.

O objetivo da linha entre Évora e Caia é aumentar a capacidade de transporte de mercadorias e diminuir o tempo, com o intuito de desenvolver mais uma alternativa competitiva ao transporte de mercadorias.

Segundo o jornal espanhol, quatro empresas espanholas integram os consórcios com empresas portuguesas: a Sener, a Typsa, a Fulcrum e a Intecsa-Inocsa.

O prazo previsto para conclusão do projeto é 2017.

 

  • Rui Farinha

    até que enfim

  • Lord Farquaad

    E os passageiros?

    • Ignorante

      Os passageiros vão de avião que é mais barato!

      • Lord Farquaad

        haha que engraçado.. Nada é mais rápido que o avião, mas então porquê os comboios de alta velocidade multiplicam-se por todo o Mundo? Até MARROCOS vai ter alta velocidade!! Portugal, se não fossem os fundos da CEE, estava atrás de Marrocos!!

        • Born in 1960

          Os fundos, na ideia de alguns, servem para comprar jipes; montes alentejanos; casas de férias, e não para desenvolver as infraestruturas do país. Foi esse o regabofe desde 1986, com Cavaco e seguintes.

  • Born in 1960

    Já vem com um atraso de 50 anos.

  • Calma malta…

    Isto é prioritário e esteve parado??????

  • Born in 1960

    A construção desta linha já estava planeada, no tempo de Marcelo Caetano, para desenvolver Porto de Sines e grande zona industrial nacional, que iria nascer entre Setúbal e Sines.

  • José Antonio Porto de Oliveira

    Não importa o atraso, desde que venha.

  • Paulo Reis

    Com o brutal aumento do imposto sobre os combustíveis, será uma boa alternativa.
    Só que o porto de Sines devia de ser aumentado, mas o dinheiro que o governo do PS pede emprestado serve para ganhar votos, aumentando os funcionários publicos, pensionistas e subsidiados.

  • oleg

    A ideia de Lisboa foi sempre virar as costas a Madrid.
    Será que agora mudaram?