Porto escolhido para candidatura a agência do medicamento

Depois da polémica sobre se seria escolhida Lisboa ou Porto, a decisão do Governo foi tomada esta quinta-feira em Conselho de Ministros. "Porto apresenta melhores condições", argumenta Executivo.

Portugal vai apresentar o Porto como cidade candidata a receber a sede da Agência Europeia de Medicamentos (EMA). A decisão foi tomada esta quinta-feira em Conselho de Ministros, tal como anunciou a ministra da Presidência argumentando que a Cidade Invicta “apresenta melhores condições para acolher a sede daquela instituição”.

“O Porto está mais próximo do centro da Europa, está mais perto do centro da Península (Ibérica”, realçou ainda o ministro da Saúde, Adalberto Campos Fernandes, à saída d reunião do Conselho de Ministros.

Lisboa foi considerada como opção, tendo sido a determinada altura a única candidata nacional ponderada pelo Governo. No entanto, a ideia lançou polémica junto de políticos e o Governo reabriu o processo para incluir o Porto como opção. Uma das razões para a contestação era o facto de Lisboa contar já com sedes de duas agências europeias: a da Segurança Marítima e o Observatório Europeu da Droga e da Toxicodependência.

Agora, foi mesmo a capital do Norte a escolhida como candidata a receber a agência. A invicta vai concorrer com as restantes candidaturas, sendo que quase todos os Estados-membros da União Europeia apresentaram candidaturas ou planeiam ainda fazê-lo.





Mais notícias