Porto de Lisboa reduz taxas para pequenas embarcações

Reduções variam entre 20% e 90%. Objetivo é incentivar a prática de desportos náuticos no estuário do Tejo.

As taxas aplicadas aos clubes/centros náuticos sem fins lucrativos de ambas as margens do Tejo foram harmonizadas pela APL- Administração do Porto de Lisboa.

Segundo um comunicado da APL, “as reduções variam entre os 20% e os 90%, por força da isenção do pagamento de taxas de publicidade/patrocínio bem como a não taxação diferenciada das áreas comerciais (habitualmente usadas para restauração) das áreas não comerciais”.

De acordo com este documento da empresa presidida por Lídia Sequeira, “esta medida assenta no reconhecimento do papel dos clubes/centros náuticos no papel primordial na divulgação, dinamização, realização e desenvolvimento da náutica e atividades conexas, permitindo um acesso permanente das populações às zonas ribeirinhas bem como através das práticas desportivas, formando as crianças e os jovens na obtenção de bases sólidas de valores humanistas, solidários e de preservação do património inerente ao Estuário do Tejo”.

PUB
PUB
PUB