Promover o empreendedorismo no Norte de Portugal

Faststart Porto 2017 é apresentado esta quarta-feira, 5 de abril, nas instalações da escola de negócios da Universidade do Porto. O programa oferece ideias, financiamento e mentoria a empreendedores do Norte.

Charles Platiau/Reuters

A Porto Business School, em parceria com a Startup Discoveries, a Universidade do Porto e a Fábrica de Startups lança o seu primeiro programa de aceleração de startups, o Faststart PORTO 2017. Objetivo: promover o empreendedorismo no Norte de Portugal.

Podem candidatar-se potenciais empreendedores “com vontade de desenvolver uma startup de sucesso no mercado global”.

Como requisitos obrigatórios, o Faststart PORTO exige 20 horas de disponibilidade por semana, um bom nível de inglês e vontade de desenvolver uma ideia de negócio na área web e B2B (SaaS), disponibilizada e previamente validada por um grupo de especialistas.

A iniciativa prevê que, ao longo de três meses, os participantes vejam as suas ideias de negócio nascerem ou crescerem. Assim, além de um programa para construção e validação dos modelos de negócio e de um espaço para incubação na Porto Business School, os participantes poderão receber até 100 mil euros de financiamento, ver 20% da startup desenvolvida, ou aceder a formadores e mentores.

Entre maio e julho serão realizados 12 “bootcamps” de formação e sessões de trabalho e mentoria, durante os quais os empreendedores terão acesso a formadores e mentores seguindo a metodologia FastStart, promovida pela Fábrica de Startups, que permite aos participantes testarem e validarem o seu modelo de negócios.

No final do programa, as equipas realizarão um “pitch” da sua ideia. Posteriormente, até quatro das equipas participantes contarão com a possibilidade de transitar para um programa de crescimento – o “fastgrowth” PORTO -, tendo a oportunidade de desenvolver a sua startup e aumentar a tração ao longo de nove meses, beneficiando de apoio adicional para o efeito.



Mais notícias