Porto: 70 mil euros a empresas que estimulem empreendedorismo

A Câmara Municipal do Porto quer lançar concurso para apoiar empresas nacionais ou estrangeiras que estimulem o empreendedorismo, tecnologia e inovação. Cada candidatura aprovada pode receber até 10 mil euros.

A proposta vai ser votada na reunião camarária de terça-feira e prevê que cada candidatura aprovada receba um valor máximo de 10 mil euros, informa a agência “Lusa”.

“No âmbito deste concurso apoiar-se-ão atividades até um montante máximo de 70.000 euros (valor isento de IVA) atribuindo um valor máximo de 10.000 euros (valor isento de IVA), por candidatura”,  informa o vereador da Inovação e Ambiente, Filipe Araújo, na proposta que vai apresentar ao executivo.

De acordo com o programa, cada candidatura deve contribuir para, pelo menos, dois dos três objetivos definidos pela autarquia: estimular a cultura empreendedora através de uma comunidade mais dinâmica e ativa; aumentar as oportunidades de networking  e fontes de conhecimento da cidade e dinamizar a comunidade startup e scaleup, empresas em fase de arranque e em expansão.

Esta dinamização deverá ocorrer durante a semana Start&Scale , a ser realizada no Porto , de 27 de maio a 3 de junho de 2017, um evento que promove o empreendedorismo e inovação.

O documento especifica ainda que “cada entidade pode submeter uma ou mais candidaturas” e que os apoios atribuídos devem ser “única e exclusivamente” utilizados “na realização das atividades propostas que deverão ocorrer até ao dia 31 de dezembro de 2017”.

A concurso podem concorrer “pessoas coletivas, nacionais ou estrangeiras, com delegação ou sede no concelho do Porto, já constituídas juridicamente”.

O júri do concurso é composto por Miguel Barbosa (administrador da ANI), Clara Gonçalves (diretora executiva da UPTEC), Rui Coutinho (diretor Porto Design Factory), Patricia Teixeira Lopes (vice-presidente da Porto Business School) e Paulo Calçada (administrador executivo da Associação Porto Digital).




Mais notícias