Poderá o mandato de Trump entrar na história dos EUA?

Trump arrisca-se a ficar na história como o único presidente a ser destituído. Os cinco presidentes dos EUA com menos de dois anos de mandato ou faleceram de causas naturais ou foram assassinados.

Jim Lo Scalzo/REUTERS

Com todos os desenvolvimentos que são conhecidos a cada dia sobre o alegado envolvimento de Trump com a Rússia, as suas quebras de confidencialidade e ainda a possível obstrução de justiça com o caso Comey, não há como fugir à questão: será que Trump vai mesmo ser destituído?

Os principais analistas referem que, a acontecer, a destituição de Trump nunca acontecerá antes das ‘midterm elections’, que elegem uma nova Câmara dos Representantes. Só então, se os Democratas passarem a deter a maioria dos lugares, poderá ser iniciado este processo. Assim, e como estas eleições terão lugar a 6 de novembro de 2018, apenas em 2019 poderá Trump ser destituído.

O cenário, no entanto, parece pouco provável, até porque nunca antes um presidente dos EUA foi destituído. Nixon demitiu-se antes que o processo fosse iniciado e os dois únicos presidentes a serem alvo de processos de destituição foram absolvidos. A saber: Andrew Johnson (1867) e Bill Clinton (1998).

Ainda assim, o atual presidente norte-americano pode ficar na história se o Presidente da Câmara dos Representantes aceder ao pedido feito ontem pelo congressista Al Green. Caso a destituição aconteça, Donald Trump poderá sair antes de cumprir dois anos de mandato, ficando na história dos EUA como o presidente com o mandato mais curto, com a especial particularidade de se manter vivo.

Isto porque os outros presidentes dos EUA que não atingiram a marca dos dois anos de mandato, ou faleceram de causas naturais ou foram assassinados. Foram eles William Henry Harrison, que exerceu o cargo entre 4 de março de 1841 e 4 de abril de 1841, tendo falecido em exercício; Zachary Taylor, no cargo de 4 de março de 1849 a 9 de julho de 1850, também falecido em exercício; James A. Garfield, presidente entre 4 de março de 1881 e 19 de setembro de 1881, assassinado; Warren G. Harding, no cargo entre 4 de março de 1921 e 2 de agosto de 1923, falecido em exercício; e John F. Kennedy, que foi presidente de 20 de janeiro de 1961 a 22 de novembro de 1963, tendo nessa data sido assassinado.

PUB
PUB
PUB