Pode o ‘Quantitative Easing’ acabar mais cedo? BCE discute possibilidade

Críticas aos estímulos do BCE estão a crescer na Europa desde que a inflação começou a aumentar. No seio do BCE, fim do programa de compra de dívida é discutido de forma recorrente.

Ralph Orlowski/Reuters

O governador do Banco Central da Eslovénia – e membro do Conselho do BCE -, Bostjan Jazbec disse que o BCE discute recorrentemente o corte da compra de dívida a países (designado de Quantitative Easing), em entrevista à Bloomberg, noticia o El Economista.

O membro do Conselho do BCE explicou que a discussão é apenas “hipotética”.

As críticas aos estímulos do BCE estão a crescer na Europa desde que a inflação começou a aumentar. Se em novembro a zona euro registava uma inflação de 0,6%, em janeiro aumentou para 1,8%.

Na última reunião no Conselho, Draghi disse que o BCE não discutiu a questão, escreve o El Economista. No entanto, Jazbec alega que “posso dizer de consciência que discutimos sobre isso o tempo todo. Se não fosse assim, só estaríamos a desfrutar de jantares agradáveis no BCE”.

 

 

Mais notícias
PUB
PUB
PUB