Plano Juncker e empresa francesa criam 300 empregos em Évora

A Mecachrome Aeronáutica inaugurou esta sexta-feira uma fábrica na cidade alentejana.

Reuters

O apoio de 40 milhões de euros do ‘Plano Juncker’ à fabricante de peças metálicas Mecachrome Aeronáutica, que inaugurou esta sexta-feira uma fábrica em Évora, permitiu a criação de três centenas de novos postos de trabalho.

O Plano de Investimento para a Europa permitiu que a empresa francesa construísse uma nova fábrica para a produção de peças em titânio para motores de aeronaves, na cidade alentejana. Segundo o comunicado da Comissão Europeia, divulgado esta sexta-feira, o projeto vai permitir criar 300 novos empregos no país.

O comissário europeu para a Investigação, Ciência e Inovação, Carlos Moedas, sente-se orgulhoso de que Portugal esteja a “aproveitar ao máximo” o finacimento europeu, sendo agora 2o segundo país com o maior volume de investimento total mobilizado em relação ao Produto Interno Bruto (PIB)”.

“Com este empréstimo de 40 milhões de euros, o Plano de Investimento para a Europa está mais uma vez a apoiar um projeto inovador em Portugal. Utilizando tecnologia de vanguarda, a nova fábrica ecológica de Évora criará 300 postos de trabalho permanentes em Portugal e será um dos principais fabricantes de peças em titânio para motores de aeronaves na Europa”, disse Carlos Moedas.

A fábrica da Mecachrome Aeronáutica, que detém outra unidade industrial em Setúbal, está localizada no Parque de Indústria Aeronáutica de Évora e vai ter quase 22 mil metros quadrados, segundo o seu diretor, Christian Santos. “Estamos a laborar desde o final de março. No que respeita à 1.ª fase do projeto, está tudo instalado e estamos a produzir em dois turnos”, explicou esta manhã à agência Lusa o responsável pela fábrica alentejana.

O grupo Mecachrome recebeu o financiamento de 40 milhões de euros do Banco Europeu de Investimento. O dinheiro serviu ainda para fazer uma aposta na economia verde, através de tecnologias para reduzir o consumo de papel e a produção de resíduos, facilitar os processos de reciclagem e diminuir as necessidades de transporte, nas instalações de Évora.





Mais notícias